fbpx

Preços no e-commerce completaram 12 meses em queda, em novembro

Os preços do comércio eletrônico completaram um ano em queda em novembro, segundo a medição do Índice FIPE Buscapé.

O e-commerce teve 12 meses consecutivos de deflação anual, ou seja, comparada ao mesmo mês do ano anterior. No último mês a retração foi de 3,59%. Na comparação ante ao mês de outubro, os preços retraíram 0,07%, refletindo o impacto da Black Friday.

“Se mantida a tendência deflacionária em dezembro, o Índice FIPE Buscapé aponta que o ano de 2017 deve fechar com uma variação acumulada de -2,5%.”, disse Sandoval Martins, CEO do Buscapé, em nota à imprensa.

Dos dez grupos monitorados pelo índice, seis apresentaram redução em novembro:

  • telefonia (-15,37%),
  • fotografia (-8,05%),
  • moda e acessórios (-4,32%),
  • esporte e lazer (1,07%),
  • informática (-0,98) e
  • eletrônicos (-0,58%).

Na contramão, registraram expansão nos preços:

  • brinquedos e games (3,38%),
  • eletrodomésticos (1,95%),
  • cosméticos e perfumaria (1,50%),
  • casa e decoração (0,82%).

A cesta de produtos do e-commerce, por conta de sua composição e características, tende a ser deflacionária em condições ideais de mercado. A comparação é feita sempre dos mesmos produtos, que propendem à desvalorização com a disseminação da tecnologia, lançamento de um produto superior na mesma categoria ou troca de coleção e mostruário.

Importante destacar que a inflação dos preços gerais, medida pelo IPCA, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi de 2,80% nos últimos 12 meses terminados em novembro, taxa inferior ao piso do intervalo de meta inflacionária de 3%, o que mostra que os preços do comércio eletrônico tiveram variação de -6,22% em relação aos preços gerais da economia.

O Índice de Preços FIPE Buscapé acompanha os preços de produtos oferecidos no comércio eletrônico brasileiro desde 2011. São considerados cerca de 41 mil produtos únicos, que representam aproximadamente 80% das compras por meio deste canal. O índice é calculado com base em mais de 3 milhões de preços mensais, extraídos da plataforma do buscador de preços, e em pesos derivados de pesquisa anual com cerca de 3,6 milhões de e-consumidores, realizada pela Ebit, empresa referência em informações sobre o e-commerce do país. Os dados também estão disponíveis no site da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: