Mercado de cartões pré-pagos cresce 40%

Levantamento realizado pela Agillitas, empresa especializada em soluções de pagamentos e emissora de cartões pré-pagos, concluiu que, nos últimos três anos, a comercialização – tanto no B2B quanto no B2C – de cartões pré-pagos cresceu 40%.

“No caso da pessoa física, a facilidade para obter um cartão pré-pago é um dos principais fatores que justificam esse crescimento, pois não há verificação de crédito e não é necessário ter conta em banco. Não é preciso comprovar renda e mesmo quem tem o nome no cadastro de inadimplentes pode solicitar o cartão. Além disso, a possibilidade de usar o cartão para fazer compras on-line também explica o resultado”, disse Roger Ades, CEO da Agillitas.

Segundo ele, a maior utilização desses cartões por pessoas físicas acontece em supermercados (37%), seguidos por lojas de roupas/departamento (25%) e restaurantes (10%). O ticket médio gasto nas transações é de R$ 100,00.

Em relação ao B2B, o aumento deve-se à praticidade que o cartão pré-pago proporciona. “Os cartões pré-pagos podem ser utilizados em diversas ações: gerenciamento de gastos corporativos, premiação de promoções, reconhecimento de equipes, premiações por tempo de casa, aniversário, metas alcançadas e diversas outras ocasiões”, falou Roger.

O mercado de cartões pré-pagos está em crescente expansão. Dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) mostram que as transações realizadas com o meio eletrônico de pagamento registraram alta de quase 70% em 2017, na comparação com 2016. O valor delas passou de R$ 3,9 bilhões para R$ 6,6 bilhões.

*Imagem reprodução

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Comentários 2

  1. Esse produto vai atingir exatamente quem não consegue abrir uma conta em banco para ter um cartão de débito.

  2. E outra;embora tenha bandeira Visa esse cartão não é aceito quase em todos os sites de compra internacionais porque a garantia de pagamento da compra esta por conta do usuário e não da instituição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: