IA é aposta da Ambev para cuidar de pessoas e desenvolver talentos

A Ambev vem utilizando Inteligência Artificial nos processos de seleção de candidatos e gestão de talentos. Com o sucesso do projeto no Brasil, o modelo será expandido para outros países que possuem plantas industriais da companhia em operação na América do Sul.

A Rocketmat, empresa americana especializada em analisar dados de pessoas originados da carreira, educação e performance, foi a startup escolhida para executar o trabalho. Selecionada em 2018, ela ajuda, por meio de seus algoritmos, a identificar os comportamentos e competências necessárias para a atuação em ambientes produtivos automatizados e tecnológicos, denominadas “fábricas do futuro”.

Para isso, modelou dois tipos de algoritmos capazes de mapear as características individuais de cada colaborador, a fim de compreender os níveis de soft e hard skills em equipes, áreas de atuação e de todas as unidades cervejarias.

Foram analisados dados de aproximadamente 40 mil profissionais, o que possibilitou a concepção de um algoritmo capaz de predizer os gaps existentes de competência e, por consequência, direcionar para a melhor solução de desenvolvimento de carreira para os colaboradores.

Esse movimento permitiu também o melhor entendimento quando às etapas de avaliação de desempenho e o aprimoramento do o método de gestão da carreira dos funcionários. Um outro algoritmo também foi implementado no processo de recrutamento e seleção, visando analisar o match existente entre o candidatos e as características inerentes exigidas pela empresa, possibilitando desde a integração dos novos colaboradores à melhor medida de forma de desenvolvimento das competências mapeadas, atuando nas deficiências e potencializando as qualidades dos profissionais, com foco sempre no desenvolvimento do ser humano.

“A Rocketmat está em três momentos com a Ambev: recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento e analytics. O trabalho da Rocketmat trouxe análise e inteligência para o nosso treinamento e desenvolvimento, também fazendo um papel importante, agora que temos um volume de dados: eles são responsáveis pelas análises sobre quem contratamos e quem promovemos”, enfatiza o diretor de Gente e Gestão da Ambev, Daniel Spolaor.

Do jovem ao sênior

Além da melhoria no processo de contratação, ocorreu a ampliação da diversidade no corpo de colaboradores. Com a maior assertividade, o tempo de contratação foi reduzido de 45 para 23 dias. Foram 200 profissionais selecionados usando a ferramenta como recurso, com o perfil tanto de primeiro emprego (em torno de 18 anos de idade), quanto de seniores (média de 47 anos), com mais de 75% de match da companhia.

“Nosso trabalho é mapear um conjunto de comportamentos que fazem sentido para um drive de alta performance, focando em qualidade, segurança e sustentabilidade. Utilizamos a Inteligência Artificial para ajudar a descobrir as lacunas nas competências das pessoas, dentro do perfil de sucesso definido pela companhia”, afirma o sócio da Rocketmat, Tiago Machado.

Imagem: Reprodução

Sair da versão mobile