fbpx

No consumo de moda, 9 a cada 10 brasileiros ainda preferem lojas físicas

Uma pesquisa feita com mais de mil consumidores mostra que, no consumo de moda, nove a cada dez brasileiros ainda preferem fazer compras em lojas físicas. O estudo é da empresa de pesquisa e monitoramento de mercado e consumo Hibou e foi feito entre 10 e 14 de setembro.

De acordo com a pesquisa, 89% dos brasileiros preferem adquirir roupas e acessórios em lojas físicas; 40% também gostam de comprar pela internet, por sites ou aplicativos, e 31%, por WhatsApp. O modelo de negócio que se baseia no envio de uma mala de roupas para o cliente experimentar em casa também foi citado por 2% dos respondentes.

Ainda segundo a pesquisa, mesmo em época de pandemia de Covid-19, 74% dos brasileiros se sentem seguros de comprarem em loja presencialmente. Mas os consumidores exigem algumas garantias. O que a maioria dos compradores espera hoje das lojas é o trio controle de entrada, atendentes de máscaras e limpeza do ambiente.

“O contato presencial ainda é predominante na categoria moda”, afirma Ligia Mello, sócia da Hibou e coordenadora da pesquisa. “O que está ainda mais evidente, na verdade, é a consciência dos consumidores”.

A pesquisa revela também que 71% dos brasileiros esperam das marcas uma cadeia produtiva mais consciente, com menos uso de água e sem crueldade animal e 51% querem processos humanizados. “O consumidor não está preocupado de ir até uma loja física; ele quer comprar de cadeias que prezam pela consciência global de ambiente e com responsabilidade social”, complementa Ligia.

Quais os motivos para ir às compras?

A pesquisa também questionou: o que motivará as pessoas a comprarem roupas e acessórios em 2021? Para 64% dos brasileiros, promoções e liquidações são o que despertam interesse; 45% compram para ocasiões especiais, como festas e casamentos; somente 18% querem ver novidades da estação e 9% querem atualizar as cores do armário. Os outlets são, para 41% dos respondentes, o melhor lugar para encontrar peças a bom preço.

As redes sociais têm se mostrado grandes aliadas das marcas na divulgação dos produtos. Segundo a pesquisa, o destaque fica para o Instagram: 57% dos consumidores dizem ficar informados por ele. Mas 39% ainda preferem entrar na loja e “fuçar”. Canais de TV aberta apenas instigam 14% dos brasileiros.

Quando questionados sobre o relacionamento que mantêm com as marcas, 66% apostam em programas de fidelidade como uma forma de gerar essa proximidade; além disso, o frete grátis é, para 67,3%, o melhor benefício. 64,4% dizem que gostariam de um desconto cumulativo; o brinde é esperado por 43%.

“É  importante, para as marcas de roupas e acessórios, acompanharem o processo de simplificação do vestuário. Estamos bem menos formais após meses em casa, e o consumidor quer conforto e tecidos com maior durabilidade para 2021”, conclui Ligia.

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: