fbpx

Sobe de 48% para 63% o índice de pessoas que pretendem aproveitar a Black Friday

Mais da metade dos brasileiros (63%) pretende fazer compras na Black Friday. É o que revela a pesquisa “Boca de Urna” Black Friday realizada pela Social Miner – empresa que une dados de consumo, tecnologia e humanização para ajudar sites a otimizarem seus resultados -, em parceria com o Opinion Box. O resultado mostra um aumento no porcentual de pessoas dispostas a ir às compras na data. No levantamento anterior, 48% dos consumidores disseram que pretendiam aproveitar as ofertas neste ano.

Ainda de acordo com a pesquisa, 18% dos consumidores estão indecisos e 11% já estão aproveitando os descontos. O estudo indica ainda que, entre os 92% que vão consumir ou ainda estão em dúvida, as categorias mais procuradas devem ser eletrônicos, eletrodomésticos e eletroportáteis (confira os detalhes no infográfico abaixo).

O “Esquenta Black Friday” vem se mostrando uma boa estratégia: 31% do público engajado com a data pretende começar a comprar antes de 27 de novembro. Por isso, as marcas que já colocaram no ar suas campanhas de ofertas largaram na frente. Mas a maior parcela dos consumidores (45%) segue na intenção de comprar apenas no dia do evento.

O ticket médio está animador para os varejistas: 24% pretendem investir mais de R$ 1.000, 18% entre R$ 500 e R$ 1.000, e 9% entre R$ 400 e R$ 500. A forma de pagamento mais popular, escolhida por 61% dos respondentes, deve ser o cartão de crédito, seguida pelo cartão de débito, escolha de 38% dos entrevistados, e dinheiro, com 32%. A novidade aqui é o Pix que, apesar de recém lançado, surge como opção de pagamento para 11% das pessoas.

Sobre as principais motivações dos consumidores, a busca por itens de necessidade deve levar 58% a aproveitarem as promoções. Os itens de desejo aparecem em segundo lugar, com 50%. E também tem gente pensando em garantir as compras de Natal ou adquirir itens que facilitem a nova rotina, na qual se tem passado mais tempo em casa.

Quais os principais canais de compra?

O canal que deve ser mais usado pelos clientes na hora de comprar é o aplicativo das lojas, com 65% da preferência, seguido pelos e-commerces e lojas físicas, ambos com 42%. Já a pesquisa por promoções deve passar, em sua grande maioria, pelos ambientes digitais, sendo que 62% dos compradores deve buscar ofertas pelos apps, 57% em sites de busca, 37% em comparadores de preços, e 31% nas lojas físicas.

O comportamento evidencia a importância de os varejistas investirem em estratégias omnichannel, que integrem ações tanto online quanto offline, ampliando as oportunidades de engajamento e vendas.

A pesquisa mostra que a Black Friday, já faz parte da vida dos brasileiros, sendo que 99% disseram saber o que a expressão representa. E, se o evento trouxer ofertas vantajosas, pode acabar atraindo até 63% daqueles que estão indecisos ou que não pretendiam consumir na data. Por outro lado, taxa de frete ruins e falta de confiança podem levar os clientes a desistir das compras e são alguns pontos de atenção para os varejistas.

As empresas precisam, também, se atentar ao comportamento dos consumidores para criar experiências personalizadas, que incentivem o engajamento e fidelizem o público. Nesta Black Friday, por exemplo, 24% dos consumidores pretendem comprar na mesma loja na qual consumiram durante o evento do ano passado.

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: