Pequenos e médios e-commerces faturaram R$ 1,5 mi nas primeiras horas de Black Friday

Pequenas e médias lojas virtuais faturaram, nas primeiras sete horas da Black Friday, nesta sexta-feira (27), mais de R$ 1.531.073. O balanço é da plataforma de criação de e-commerces Loja Integrada, que tem mais de 1 milhão de lojas no seu ecossistema.

De acordo com o primeiro boletim do dia, os lojistas já venderam quase 6 mil produtos na madrugada de ofertas. O ticket médio das compras está 12,2% mais alto, tendo saído de R$ 245 em 2019 para R$ 275 neste ano. Ainda segundo boletim, 12% dos consumidores que realizaram uma compra nas lojas virtuais da plataforma são jovens entre 19 e 25 anos.

Os Estados que mais venderam até o momento são: São Paulo (44%), Rio de Janeiro (11%) e Minas Gerais (10%). Entre os segmentos campeões até agora, estão Moda e Acessórios, representando 31% das vendas, seguido por Cosméticos e Perfumaria, 14% e PetShop, com 7%..

Para Pedro Henrique Freitas, CEO da Loja Integrada, essas primeiras movimentações mostram que a sexta-feira de ofertas promete bater recordes de número de lojistas e compradores e sugere uma maior propensão nos gastos com as compras virtuais, mesmo diante de um cenário econômico desfavorável no País.

Desde o início da pandemia, quase  43 mil novas lojas virtuais foram criadas na plataforma por mês. “Só entre março e maio, o volume negociado pelos lojistas da Loja Integrada chegou a R$ 415 milhões. Na última Black Friday, em 2019, foram movimentados R$ 11,6 milhões. Entre os destaques, estão os compradores e vendedores de primeira viagem, aqueles que irão participar pela primeira vez da maratona de ofertas”, diz Freitas.

Imagem: Bigstock

Sair da versão mobile