Vendas das lojas virtuais na Black Friday 2020 passam de R$ 4,35 bilhões

Processed with VSCO with a5 preset

As vendas da Black Friday de 2020 passaram de R$ 4,35 bilhões, segundo levantamento da Neotrust/Compre&Confie. Os dados consideram todas das vendas de bens de consumo realizadas em todo o país. De acordo com o estudo, foram realizados mais de 6.462.952 pedidos de compra via internet.

O levantamento aponta que o faturamento das vendas realizadas no período entre 00h01 da quinta-feira, dia 26 de novembro, até as 20h desta sexta (27) totalizou R$ 4.351.899.120. O tíquete médio foi de R$ 673,36.

O Sudeste foi a região com maior valor de compras, com R$2,5 bilhões, seguido pelo Nordeste, com R$ 782,1 milhões e, em terceiro lugar, pelo Sul, com R$ 625,4 milhões. Em quarto e quinto lugar estão, respectivamente, Centro-Oeste, com R$ 303,1 milhões e o Norte, com R$ 120,5 milhões.

De acordo com a empresa de soluções antifraude ClearSale, o valor de fraudes evitadas no mesmo período foi de R$ R$ 38.633.512.

Na análise por regiões, o Sudeste foi a região onde mais fraudes foram evitadas, com R$ 20,244 milhões, seguido pelo Nordeste, com R$ 9,434 milhões, e Centro-Oeste, com R$ 3,860 milhões. Em quarto lugar ficou o Sul, com R$ 2,945 milhões e em último o Norte, com R$ 2,147 milhões.

Entre as categorias mais consumidas, estão Moda e Acessórios, Beleza, Perfumaria e Saúde, Artigos para Casa e Entretenimento e Eletrodomésticos e Ventilação. Os consumidores de 26 a 35 anos são os maiores compradores, com 34,7%, seguidos pelos clientes de 36 a 50 anos (33,1%). A maior parte dos pedidos é realizada por mulheres (56,3%), enquanto os homens ficam com 43,8% das compras.

Imagem: Envato

 

Sair da versão mobile