href="67508"

Black Friday da Fast Shop tem entregas rápidas em até 50% das vendas online

Consumidor desconfia de descontos e maioria não vai comprar na Black Friday

A pandemia provocada pelo novo coronavírus mudou o comportamento de compra do consumidor brasileiro e fez da Black Friday 2020 a mais digital de todas. Atento a esse movimento, o setor varejista buscou formas de oferecer agilidade e conveniência para seus clientes. A Fast Shop, rede de referência em eletroeletrônicos e eletrodomésticos, afirma ter garantido entregas de produtos de pequeno e médio porte, como celulares e TVs de até 55″, em até três horas após a aprovação do pagamento para mais de 20 cidades em todo País.

“Sabemos como o consumidor valoriza, cada vez mais, todas as formas de conveniência, especialmente as que possam poupar tempo na sua vida atribulada. A entrega rápida acaba sendo um fator muito importante no processo de decisão de compra” afirma Eduardo Salem, diretor-geral de Operações da Fast Shop.

Considerando o esquenta da liquidação, entre os dias 16 e 26 de novembro, e o próprio dia 27, 10% das vendas online da Fast Shop foram entregues em até três horas. Entre os itens de maior procura foram produtos para casa, para o home office e tecnologias para facilitar e conectar o dia a dia, como smart speakers, controle remoto por voz e hardwares para transmissão de vídeos em alta resolução. Entre os municípios atendidos com a entrega UltraFast estão São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Belo Horizonte e Brasília.

Para as compras online, a Fast Shop contou, ainda, com o serviço Click and Collect. Com ele, o consumidor adquire o produto pelo site ou aplicativo da rede e, uma vez aprovada a compra, pode retirar a mercadoria em uma das unidades físicas.

“Antes da Covid-19, nossos canais digitais já respondiam por 30% de nossas vendas. Com a pandemia, essa participação aumentou significativamente e hoje já representa metade dos nossos negócios. Comparando as vendas dos canais digitais no pré-pandemia com o último mês, o crescimento foi superior a 300%”, diz Salem.

Imagem: Reprodução

Sair da versão mobile