fbpx

Pagamentos com cartão por aproximação e sem senha dobram de limite

O limite para pagamentos com cartão por aproximação dobrou de R$ 100 para R$ 200. Com essa modalidade, o cliente pode fazer compras sem precisar usar a senha. O aumento foi aprovado pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs).

De acordo com a Abecs, o aumento do limite do pagamento por NFC (sigla do inglês Near Field Communication) era uma demanda dos consumidores, que, por causa da necessidade de distanciamento gerada pela pandemia de Covid-19, passaram a usar mais vezes essa forma de pagamento. Mas era um pedido, também, das empresas.

“Há tempos já conversávamos sobre o limite de compra por aproximação e defendíamos esse aumento, que traz muita conveniência. Com a pandemia, vimos uma redefinição de valores e hábitos de consumo, e muitos passaram a adotar o pagamento por aproximação, acelerando um movimento que já era visível nos últimos anos”, declarou Percival Jatobá, vice-presidente de Solução e Inovação da Visa.

Para ele, a crise “moldou” a necessidade de buscar por experiências higiênicas, e os meios de pagamentos digitais são aliados na troca ao manuseio do dinheiro em papel. “Transações via e-commerce ou apps e tecnologias que permitem o pagamento por aproximação têm se mostrado como uma alternativa interessante para as pessoas, que passam a ver ainda mais valor com o aumento do limite por não precisar usar a senha”, analisa.

Dados da Visa mostram que, quando comparados setembro do ano passado com o mesmo mês em 2020, o crescimento do pagamento por aproximação com credenciais da Visa foi quase cinco vezes maior. Na comparação entre o primeiro trimestre de 2020 (janeiro, fevereiro e março) e terceiro trimestre desse mesmo ano (julho, agosto e setembro), o uso praticamente dobrou.

Ainda de acordo com a empresa, em setembro de 2020, o cartão foi o meio mais usado com a tecnologia de pagamento por aproximação. “A popularização da tecnologia se deve muito pelo movimento de toda a indústria, com emissores dando preferência por cartões com a tecnologia NFC e com a chegada da inovação nos transportes públicos do Rio de Janeiro e de São Paulo”, diz nota da Visa.

Também em setembro deste ano, os segmentos que mais registraram transações por aproximação foram, nesta ordem: supermercados, restaurantes fast-food, postos de gasolina, lojas de conveniência, padarias e farmácias. Na comparação entre o primeiro e o terceiro trimestres de 2020, os segmentos que tiveram o maior crescimento no número de transações por aproximação foram lojas de departamentos e atacados.

Outro levantamento, este realizado pela Rede, empresa de meios de pagamento do Itaú Unibanco, apontou o aumento de 285% nas transações realizadas via tecnologia Aproxime e Pague. Os dados foram apurados a partir das operações realizadas durante o mês de novembro de 2020, comparadas às do mesmo período do ano anterior.

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: