fbpx

“Varejo americano sustenta, indiretamente, 52 milhões de empregos no país”, afirma presidente do Conselho de Administração da NRF

Esta edição de 2021 do Retail’s Big Show, organizada pela National Retail Federation, definitivamente não tem nada em comum. Em vez da abertura tradicional dedicada às mais recentes inovações tecnológicas e aos resultados dos varejistas americanos, Mike George, presidente do Conselho de Administração da NRF e CEO do Qurate Retail Group, deu início ao tão aguardado evento com um apelo em favor da democracia americana, com referência ao recente ataque ao Capitólio. “Todos nós temos lutado para criar unidade na divisão”, lembra o líder.

O lembrete esperado das consequências da pandemia é o seguinte:” Como uma indústria, estamos envolvidos na luta contra a pandemia e em incentivar nossos funcionários e clientes a participarem da vida democrática. Nossa indústria enfrentou desafios incríveis em 2020 e eu tenho confiança no fato de que alcançaremos novas façanhas em 2021 e além” , afirma.

É o que prova o gigantismo desta edição que reúne 330 palestrantes, em 130 sessões (conferências, debates e mesas redondas) e uma exposição virtual recheada com cerca de 130 soluções.

Os varejistas empregam diretamente 32 milhões de pessoas nos Estados Unidos e indiretamente sustentam 52 milhões de empregos. O setor contribui com US$ 3 trilhões para o PIB do país. Por fim, em 2019, as vendas no varejo aumentaram 3,8%. Mike George chama 2020 de “o ano mais extraordinário de nossa existência”. Segundo ele, “o varejo tem sido capaz de inovar, fazer sua revolução digital. Essa vontade de melhorar sempre é o pilar de nossa indústria.”

Forte envolvimento na vida local

Além disso, o dirigente agradeceu em nome de todos os varejistas pelo apoio prestado às comunidades locais, através da entrega de alimentos, arrecadação de fundos para pesquisas médicas, distribuição de insumos. Para ele” ajudar é uma fonte de grande orgulho.”

Por fim, George reafirma o envolvimento dos varejistas na promoção da diversidade e da igualdade. “Como uma indústria que interage com milhões de clientes e emprega diversos membros de inúmeras comunidades, temos a responsabilidade de defender os negros, por meio de políticas inclusivas e equitativas.” No entanto, adverte: “Não se engane, pois ainda temos muito trabalho a fazer, mas nos dedicaremos totalmente a ele”.

Imagem: divulgação

 

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: