fbpx

Novo marketplace reúne shoppings centers de administradoras concorrentes

As administradoras Lumine Soluções em Shopping Center e Terral Shopping Centers estão lançando, juntas, um marketplace que reúne lojas de 14 empreendimentos espalhados pelo País. Os planos tiveram início antes mesmo da chegada da pandemia de coronavírus ao Brasil e foram acelerados diante das medidas de isolamentos social e de restrição no funcionamento do comércio.

Os shoppings participantes estão localizados nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul do País e as plataformas começarão a entrar no ar até o final deste mês.

“Apostamos neste modelo de negócio que cria oportunidade para lojistas de todos os portes, especialmente pequenos e médios, que muitas vezes ainda não têm um ambiente de e-commerce, participarem desta iniciativa digital e ganharem mais um canal de vendas”, comenta Claudio Sallum, sócio da Lumine, idealizador da iniciativa.

O promessa é de que a plataforma cobre taxas abaixo das praticadas no mercado para serviço semelhante. Nelas, já estarão incluídas as remunerações pela gestão do marketplace, operação da plataforma tecnológica, meio de pagamento e sistema antifraude.

“Decidimos por seguir com uma solução tecnológica comum a todos os shoppings, o que possibilitou as melhores sinergias em todos os níveis – desde investimentos até a maximização de recursos humanos e otimização do tempo”, conta Marcio Rehder, diretor-geral da Terral.

Inclusão de shoppings independentes

O projeto conjunto da Lumine e da Terral pretende reunir os demais shoppings de ambas as redes, num total de 40 empreendimentos, e há planos de abrir a oportunidade para outros empreendimentos independentes ou de outras redes brasileiras.

“O projeto fortalece nossa estratégia digital, proporciona o canal de vendas online para nossos lojistas e consumidores por meio desta parceria inovadora, utilizando ferramentas e soluções confiáveis, amplamente testadas e em constante evolução. Após essa fase inicial de implantação, nossa intenção é gerar a oportunidade para que outros shoppings e empresas do setor possam fazer parte do projeto e usufruir dos benefícios escaláveis da operação”, completa Marcio Rehder.

Claudio Sallum ressalta que não se trata simplesmente da digitalização da compra no shopping: “Trata-se da integração dos ambientes online e offline na jornada de compra, oferecendo vantagens como rapidez na entrega e segurança. O objetivo aqui é promover a convergência entre os ambientes digital e físico dos shoppings, estendendo um atendimento que pode ter início, por exemplo, no marketplace para uma entrega presencial na loja ou no drive-thru localizado no estacionamento.”

Lista dos shoppings participantes

Neste início de projeto, os shopping centers participante são os seguintes:

  • SP Market São Paulo, São Paulo (SP)
  • Maxi Shopping Jundiaí, Jundiaí (SP)
  • Buriti Shopping Guará, Guaratinguetá (SP)
  • Buriti Shopping, Aparecida de Goiânia (GO)
  • Brasil Park Shopping, Anápolis (GO)
  • Buriti Shopping Mogi Guaçu, Mogi Guaçu (SP)
  • Buriti Shopping Rio Verde, Rio Verde (GO)
  • Shopping Hortolândia, Hortolândia (SP)
  • Shopping Valinhos, Valinhos (SP)
  • Boulevard Shopping Camaçari, Camaçari (BA)
  • Canoas Shopping Center, Canoas (RS)
  • Cantareira Norte Shopping, São Paulo (SP)
  • Praça Rio Grande Shopping Center, Rio Grande (RS)
  • Shopping Center Iguatemi Florianópolis, Florianópolis (SC)

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: