href="67508"

Miniso planeja lançar submarcas e se transformar em uma plataforma de varejo

A rede Miniso pretende expandir a presença na China e no mercado digital

O fundador e CEO da varejista Miniso, Ye Guofu, acaba de anunciar sua nova estratégia para 2021. O plano da empresa é diversificar os negócios e se transformar numa plataforma de varejo mundial, capaz de incubar mais submarcas.

Em 18 de dezembro de 2020, a Miniso lançou a submarca Toptoy, uma loja de brinquedos. Nove lojas foram abertas em cinco cidades chinesas nas últimas seis semanas. A meta é que a Toptoy se torne líder no crescente mercado de brinquedos do país asiático. A empresa também anunciou que figuras no estilo “toy art” serão sua categoria estratégica de produto a partir deste ano.

Loja Toptoy, submarca da Miniso lançada em 2020

Aproveitando-se do fato de a China se encontrar numa fase mais adiantada de recuperação da Covid-19, a Miniso definiu o mercado interno como foco. A expectativa é abrir mais lojas, principalmente em vilas e até em áreas rurais.

Mas, apesar de a pandemia continuar forte mundo afora, a empresa também pretende se expandir internacionalmente, especialmente em países com populações de pelo menos 50 milhões de pessoas, como Índia, Indonésia, Estados Unidos, Colômbia, México, Egito e Espanha.

Ampliação da presença online

A Miniso está, ainda, impulsionando sua presença online. “A Covid-19 foi um catalisador que acelerou nossa transformação digital e a adoção de canais online. Continuaremos ampliando nossos canais de vendas digitais”, disse o diretor de Marketing, Robin Liu.

Como resultado de sua digitalização acelerada, a empresa abrirá lojas autônomas na China e venderá produtos em todos os canais online, incluindo suas próprias lojas, o aplicativo WeChat e os marketplaces. A ideia é fortalecer o e-commerce também nos mercados internacionais.

A Miniso foi fundada em 2013 em Guangzhou, na China, e vende produtos de baixo preço com design japonês. O portfólio vai de itens domésticos a cosméticos, passando por alimentos. A empresa tem, hoje, cerca de 4.330 lojas em mais de 80 países. No Brasil, são quase 40.

Imagens: Divulgação

Sair da versão mobile