fbpx

Planejamento de expansão do negócio no meio da pandemia

Não é novidade que estamos passando por uma grave crise de saúde pública no Brasil e no mundo. E, sem dúvidas, nossa atenção deveria estar voltada prioritariamente para isso. Mas os negócios não podem parar. Afinal, quando tudo isso acabar, precisaremos ter condições de seguir em frente para não desencadearmos outros problemas sócios-econômicos.

Sabemos que a pandemia está afetando diretamente toda a cadeia de consumo da população. Com todas as restrições (necessárias e fundamentais), entramos num ciclo de insegurança que resulta em baixo consumo, movendo mais lentamente a engrenagem econômica, o que gera menos receita, menos lucro, margens mais apertadas, mais desemprego e, consequentemente, menos consumo ainda. E assim sucessivamente.

Dado isso, como podemos pensar em expansão do negócio?

Para se ter o resultado em um negócio, é preciso tempo e investimento.

E por que não aproveitar esse tempo de menor atividade do mercado para direcionar o foco ao planejamento e à estruturação do modelo ideal de expansão para seu negócio? Lembrando que a insegurança momentânea deve resultar numa demanda acelerada quando as águas estiverem mais calmas novamente.

Resumindo, seguem os três principais motivos pare se pensar em planejamento, estruturação e expansão do negócio num momento de crise do País:

  1. Tempo
    Com a rotina estabilizada, é comum nos perdemos nas atividades que garantem o crescimento orgânico dos negócios e não termos tempo para nos planejar e tirar os projetos da gaveta. Para se pensar num crescimento inorgânico, é necessário um bom planejamento, times especializados (interno ou externo) e dedicados. Tempo para se pensar mais estrategicamente do que taticamente;
  2. Demanda reprimida
    Com o início da vacinação, mesmo que de forma lenta e desordenada, vislumbramos uma luz no fim do túnel. Segundo estudos, uma vez controlada a pandemia, tudo que deixamos de consumir por estarmos em isolamento deve ter uma procura mais acelerada. Lembre-se que infelizmente muitos não resistiram e tiveram de fechar as portas. Para quem sobreviveu, fica o bom desafio de absorver toda a demanda;
  3. Juros baixos
    Mesmo que aparentemente os juros estejam voltando a apontar para a alta, eles ainda estão bem atrativos. Aproveitar a oportunidade de assegurar taxas de juros mais baixas para se fazer investimentos traz trás ótimos benefícios para a saúde do seu negócio. Corra (ordenadamente) que dá tempo.

Falando mais especificamente de um plano estratégico de expansão, é importante passarmos por todas as etapas do processo de forma detalhada para identificar quais alternativas disponíveis no mercado se adequam à realidade de cada empresa:

  • Identificar e definir o posicionamento e proposta de valor da marca;
  • Levantar os principais motivadores para um plano de expansão;
  • Detalhar qual o modelo ideal para expansão (formato de loja e diversificação de canais – aspectos físicos, produtos, serviços, experiências). Este é um momento importante para definirmos o que oferecer para o cliente sem deixar de lado a tecnologia, que é fundamental para sobrevivermos nos dias de hoje;
  • Estudar e definir o modelo de negócio e expansão (unidades próprias, franquias, licenciamento, parceria, sócio-operador. Aqui, não existe uma resposta certa. Deve-se entender as vantagens e desvantagens de cada modelo e, se necessário, mesclar ideias e conceitos mais adequadas ao seu negócio;
  • Definir o perfil adequado de parceiro (grande investidor, investidor individual, operador individual);
  • Elaborar as projeções econômicas e financeiras do novo modelo;
  • Realizar um estudo minucioso de potencial de expansão e projetar os resultados da nova unidade de negócio.

Se pudermos enxergar o copo meio cheio com todo esse momento delicado que vivemos, podemos aproveitar a baixa do mercado e apontar nossas energias para dentro de casa (literalmente) e nos planejar, realizar aquele projeto com uma maior dedicação do que aquela que normalmente a rotina do dia a dia nos impede de ter.

Todos nós acreditamos e torcemos para uma breve retomada da vida normal. E precisamos estar preparados para receber toda essa demanda reprimida. Por que não pensar em ampliar o seu canal de vendas?

Gustavo Vieira é líder de projetos da Gouvêa Consulting.
Imagem: Envato/Arte/Mercado&Consumo

Gustavo Vieira

Gustavo Vieira

Com mais de 7 anos de experiência em consultoria de negócios e estratégica, atuando em projetos em grandes clientes dos mais variados segmentos envolvendo: planejamento estratégico, mapeamento de processos, diagnósticos de plano diretor, implantação de lojas físicas, PMO de implantação de projetos de tecnologia, implantação de melhorias operacionais de Trade Marketing, elaboração de Business Plan.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: