fbpx

Não há mais como fugir do phygital

A pandemia mudou os rumos do mercado, da relação com o consumidor e das nossas percepções sobre as marcas, entre muitas outras coisas. A lista de mudanças é enorme; a de rearranjos estruturais e readaptações dentro do mundo corporativo, também. Já em meados da década de 2010, especialistas em marketing digital pediam para que as empresas e os empresários começassem a colocar uma palavra nos seus dicionários: phygital. A interconexão temática com o omnichannel também já era visível e, a partir disso, muita gente começou a olhar pro termo com outros olhos.

Embora alguns pesquisadores e profissionais já estudassem o fenômeno ainda antes de ele “pegar”, foi há pouco tempo que as pesquisas começaram a relacioná-lo com a experiência do cliente, e talvez seja aqui em que o conceito ganha mais força.

Mas afinal, o que é o phygital e por que ele é o futuro? A palavra phygital vem da contração das palavras em língua inglesa physical (físico) e digital (digital). É, em resumo, a integração entre os dois canais, unindo as experiências em bits e em átomos. As pessoas que acreditaram no phygital e em suas potencialidades sempre se apegaram à ideia de que não há motivos para separar o que há de melhor nos dois mundos. E a experiência tem dado certo em diversas ocasiões.

Philip Kotler, em “Marketing 4.0” – livro que permeará ainda por um muito as discussões acerca do modo de fazer Marketing -, já trazia considerações muito palpáveis sobre o quanto os consumidores gostam de mesclar as compras virtuais e físicas.

Em artigo publicado no ano de 2017, David Natal e Julio Alonso uniram pontos que podem servir de intersecção no entendimento do phygital e nos ajudam a entender as particularidades desta nova forma de ver o mundo. Para eles, o phygital nada mais é do que “conciliar a desintermediação do mundo digital com a experiência sensorial do mundo físico”, o que parece, de fato, a aplicação mais interessante do conceito.

Um dos pontos especificados pelos autores é o apego ao Smart Data em contraposição do Big
Data. No Smart Data, os esforços precisam estar centrados na ação direta para um problema. É preciso que se esqueça dos grandes volumes de dados e de informação. Neste caso, a experiência do consumidor tende a aumentar justamente porque o serviço prestado estará mais ligado à personalização. Todas as performances se voltam para o foco e para a resolução de algo em específico

Um outro ponto importante citado pelos autores diz respeito ao uso de Inteligência Artificial (IA), o que não parece ser uma novidade. Ao passo que temos todos os instrumentos e ferramentas que nos possibilitam uma maior facilidade cotidiana, os chatbots e/ou serviços de Inteligência Artificial nasceram justamente da ideia de fidelidade e proximidade para com o cliente. O exemplo da Siri nos sistemas de iOS parecem os mais lembrados, mas a Amazon também tem feito sempre muito burburinho com a Alexa.

Algumas empresas, que nasceram no mundo físico e não acompanharam as mudanças e distinções tecnológicas advindas a partir da década de 1990, infelizmente têm perdido espaço considerável no mercado, correndo contra o tempo para mitigar os riscos à sobrevivência.

Outras, que já nasceram no virtual e sabem aproveitar o máximo desta experiência, têm se redobrado para continuar investindo em inovação. É importante lembrar-se: o fato de terem nascido e se concebido no mundo digital não exclui a possibilidade de que essas empresas fiquem datadas. A experiência do consumidor é mutável e, por isso, é importante e necessário entender os hábitos do consumidor. O que já está muito claro, contudo, é que o phygital veio para mostrar que rumos novos são sempre possíveis, reais e, claro: variáveis.

Erick Custódio é CEO e fundador da Agência Somma.

Erick Custódio

Erick Custódio

Erick Custódio tem 28 anos e é CEO e fundador da Agência Somma. Já trabalhou em outros segmentos até se encontrar no mundo do marketing digital, de onde nunca mais saiu. Sonha em impactar a vida das pessoas tendo o empreendedorismo como principal ferramenta de inspiração.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: