fbpx

Estudo mostra que 21 milhões de empregos dependem das importações nos EUA

Pesquisa foi divulgada pela federação que representa o varejo e 8 organizações

A National Retail Federation, federação que representa o varejo nos Estados Unidos, se juntou a oito outras organizações empresariais para lançar o “Trabalho de Importação para Trabalhadores Americanos”, um estudo de impacto econômico que mostra que as importações sustentam mais de 21 milhões de empregos americanos.

O estudo se concentra no impacto líquido das importações nos empregos dos Estados Unidos – incluindo estatísticas em setores como varejo, vestuário, transporte, manufatura e tecnologia de consumo, entre outros. O documento também analisa como as importações apoiam empregos nos Estados dos EUA, bem como iniciativas de política comercial pendentes no Congresso e no governo com o potencial de preservar ou diminuir empregos relacionados à importação.

“As importações são um componente vital da economia dos EUA”, disse Jonathan Gold, vice-presidente de Cadeia de Suprimentos e Política Aduaneira da NRF. “Eles não apenas expandem o mercado de produtos e reduzem o preço geral dos produtos para os consumidores,  como também ajudam a criar e sustentar milhões de empregos americanos.”

Principais parceiros comerciais

Entre as principais descobertas do estudo, estão o fato de que os dez Estados responsáveis ​​pelo maior número de empregos relacionados à importação são Califórnia, Flórida, Geórgia, Illinois, Nova Jersey, Nova York, Ohio, Pensilvânia, Texas e Virgínia.

As importações dos principais parceiros comerciais – incluindo Canadá, China, União Europeia e México – sustentam um número líquido positivo de empregos nos Estados Unidos. Além disso, as vagas relacionadas com a importação são bons empregos que pagam salários competitivos. Quase 8 milhões dessas vagas são ocupadas por minorias e 2,5 milhões de empregos são ocupados por trabalhadores representados por sindicatos.

A grande maioria (96%) das empresas que importam é de pequeno ou médio porte. As políticas comerciais dos Estados Unidos, muitas agora pendentes no Congresso e no governo, têm o potencial de apoiar e prejudicar esses empregos.

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: