Cade aprova compra da Linx pela Stone em definitivo e sem restrições

Companhias podem, agora, dar início à integração dos dois negócios

Cade aprova compra da Linx pela Stone em definitivo e sem restrições

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira (16), por unanimidade e sem restrições, a combinação de negócios entre Linx e Stone, entendendo que o resultado é positivo para o mercado.

Segundo as companhias, o objetivo da combinação de negócios é “aprimorar a oferta de soluções completas de gestão e pagamentos, facilitando o dia a dia do negócio do empreendedor brasileiro e potencializando a inovação e a transformação digital de todo o comércio brasileiro”.

“Estamos muito felizes com este desfecho”, diz a COO e CSO da Stone, Lia Matos. “Essa união reforça a missão da Stone de ser a principal parceira do empreendedor brasileiro e abre um universo imenso de oportunidades de crescimento e inovação para nossos times internos e parceiros, mas, principalmente, para os nossos clientes”, completa.

A partir de agora, os pequenos e médios donos de negócios terão acesso às soluções de gestão da Linx e os grandes varejistas terão novas opções de serviços financeiros à disposição por meio da Stone.

Imagem: Divulgação

Sair da versão mobile