JBS paga quase US$ 1 bi por negócios de alimentos do Kerry Group

Negócio foi assinado pela Pilgrim's Pride, controlada da JBS, nesta semana

JBS paga quase US$ 1 bi por negócios de alimentos do Kerry Group

A JBS informou, no fim da tarde desta quinta-feira (17), que a Pilgrim’s Pride, sua controlada, assinou acordo para adquirir os negócios de alimentos do Kerry Group no Reino Unido e na Irlanda. O valor do negócio chega próximo da marca de US$ 1 bilhão.

“A operação fortalece a posição da companhia como uma das empresas líderes na indústria de alimentos na Europa”, disse o grupo de alimentos, em nota. O negócio vem para reforçar a estratégia global da gigante dos alimentos brasileira, que recentemente também fez uma aquisição na área de carne suína na Austrália.

De acordo com a JBS, o conselho de administração da Pilgrim’s aprovou o negócio, avaliado em mais de US$ 950 milhões (ou cerca de R$ 4,75 bilhões). Entre as marcas comercializadas pelo Kerry Group, estão Denny, Richmond e Fridge Raiders. O presidente global da JBS, Gilberto Tomazoni, disse, em comunicado, que a aquisição reforça a plataforma da empresa na Europa e a capacidade de inovação para atender às necessidades dos clientes.

De acordo com a JBS, a aquisição inclui a Kerry Meats, líder na produção de alimentos à base de carnes e produtos prontos para o consumo no Reino Unido e na Irlanda, e a Kerry Meals, líder na produção de refeições prontas congeladas e resfriadas no Reino Unido. Combinados, os negócios registraram cerca de US$ 1 bilhão em receita durante 2020 e empregam mais de 4,5 mil funcionários.

Ainda de acordo com a JBS, a conclusão desta aquisição é esperada para o quarto trimestre de 2021 e está sujeita a aprovações regulatórias usuais nesse tipo de transação.

Marca plant-based

Também nesta quinta, a JBS comunicou que concluiu a aquisição da Vivera, terceira maior produtora de produtos plant-based (produtos à base de plantas) na Europa. Segundo a empresa, a companhia adquirida oferece um amplo portfólio de produtos em mais de 25 países, com presença relevante nos mercados da Holanda, Reino Unido e Alemanha. A transação inclui três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

“Esta aquisição está em linha com a estratégia da Companhia de expandir seu portfólio de produtos de maior valor agregado e com marca e impulsiona a plataforma global de produtos plant-based da JBS, agregando conhecimento técnico e capacidade de inovação”, aponta a JBS em fato relevante. Em abril, o valor anunciado para a transação foi de 341 milhões de euros.

Empresas QAF Limited

Há dez dias, a JBS firmou acordo para adquirir 100% da Rivalea Holdings Pty Ltd e 100% da Oxdale Dairy Enterprise Pty Ltd (em conjunto, Rivalea), pertencentes à empresa de alimentos QAF Limited, listada em Cingapura, por um valor de empresa (enterprise value) de 175 milhões de dólares australianos (US$ 135 milhões).

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa destacou que a Rivalea tem uma extensa linha de produtos em diversas categorias e verticalmente integrada, é líder na criação e processamento de suínos na Austrália e responsável por 26% dos suínos processados no país.

Segundo a companhia, a aquisição da Rivalea permitirá que a JBS aumente sua diversificação de produtos na Austrália, bem como cresça o volume de alimentos de maior valor agregado à base de carne suína na Primo, enquanto abre novas oportunidades para a carne suína australiana nos mercados doméstico e exportação.

Com informações Estadão Conteúdo
Imagem: Divulgação

Sair da versão mobile