fbpx

Startup de vídeos sob demanda atrai Luciano Huck e Globo Ventures

Polen oferece nova forma de relacionamento entre celebridades e fãs

Presentear um filho pequeno com uma mensagem exclusiva do fenômeno infantil Luccas Neto no dia do seu aniversário ou enviar para um fã um vídeo do Cid Moreira lendo um versículo da Bíblia. Experiências como essas são a base do novo modelo de negócios da Polen, startup que acaba de ser lançada pelo executivo Sobhan Daliry com participação do apresentador Luciano Huck e da Globo Ventures.

Com a operação há um mês em funcionamento, a startup Polen quer se tornar a maior empresa brasileira neste segmento e tem como objetivo fomentar talentos e incentivar a conexão entre artistas e fãs, independentemente do formato e da necessidade.

Atualmente, conta com talentos como Luccas Neto, Cid Moreira, Preta Gil e Fernanda Gentil, entre outros. Até o final do ano, a perspectiva da empresa é aumentar o elenco de talentos e expandir as possibilidades de interação entre as celebridades e os fãs.

Luciano Huck e Globo Ventures investem em startup de vídeos sob demanda
Sobhan Daliry, fundador e CEO da Polen

Rentabilização mais justa

Além de oferecer ferramentas tecnológicas para atrair a atenção de fãs para seus talentos, os parceiros de negócios que aceitarem integrar o pool da Polen serão incentivados a oferecer emoção ao público em cada parte do trabalho. “Nosso foco é apoiar a qualidade do relacionamento dos ídolos e seus públicos e oferecer uma rentabilização mais justa”, afirma Sobhan Daliry, fundador e CEO da Polen, que já teve passagens por empresas como Peixe Urbano, PSafe e foi CEO da NZN.

Ainda sobre remuneração, a startup tem como prioridade o incentivo à doação dos cachês a instituições sociais.

Na plataforma, o fã escolhe o ídolo favorito e pede que ele grave uma mensagem especial e personalizada – chamada de “Vídeo-Polen”. Pode ser para si mesmo ou para um familiar, amigo, cônjuge ou colega de trabalho, por exemplo. O talento grava a mensagem em vídeo pelo celular, diretamente na plataforma, e ela fica disponível para o fã baixar e compartilhar em suas redes sociais e com quem ele quiser.

Para o talento, a Polen oferece uma forma de monetização que não está atrelada ao seu alcance, como acontece com as receitas publicitárias. O talento monetiza na Polen a qualidade (e não a quantidade) de seu relacionamento com o público, criando conexões mais próximas com os fãs.

A plataforma está no ar com dois de seus produtos: vídeos sob demanda feitos de acordo com os pedidos dos fãs (qualquer pessoa pode entrar no site, escolher o talento de preferência, efetuar o pagamento e solicitar um depoimento por vídeo) e colab, em que pessoas comuns reúnem vídeos e homenageiam alguém. A plataforma criou um algoritmo específico para reunir todos os materiais, gratuitamente, em uma mensagem compilada com edição automatizada.

“Estamos muito entusiasmados com esse projeto. Com nossos investidores, estamos criando uma parceria estratégica que nos permite acessar um vibrante ecossistema de talentos sem nos privar de trazer para a Polen uma oferta plural de artistas, influenciadores e produtores de conteúdo de todos os tamanhos e origens”, aponta Sobhan.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: