Webinar debate como a cultura de dados acelera a maturidade digital das empresas

Evento vai mostrar a importância da hiperpersonalização no relacionamento com o cliente

Os “rastros digitais” deixados pelos consumidores podem se transformar em respostas para muitos desafios das empresas. Mas, para aproveitar essa oportunidade, não basta que elas tenham os dados disponíveis: elas precisam ter maturidade digital. Esses temas serão abordados no webinar “Insights-as-a-Service: Como a cultura orientada a dados acelera a maturação digital das empresas”, que será realizado na segunda-feira (13), das 17h30 às 18h30.

O webinar, gratuito, contará com a participação de Mauricio Andrade de Paula, diretor de Soluções para as indústrias de Varejo e Bens de Consumo na Capgemini Brasil e Argentina, Tharso Vieira, head de Practical Innovation da Capgemini, e Bernardo Caldeira, Gerente de Soluções Digitais da Capgemini (clique aqui para se inscrever). Ele será realizado no Inovabra Habitat, o ambiente de coinovação do Bradesco.

Os executivos vão mostrar como as empresas podem estabelecer uma cultura orientada a dados que impulsione a construção de um ecossistema com os parceiros certos, permitindo que a organização combine milhões de informações a ferramentas analíticas de ponta para a tomada de decisão e atinja, assim, a maturidade digital.

Esse posicionamento faz com que a empresa amplie a visão global de tendências, conheça melhor o perfil do cliente, acompanhe de perto o desempenho dos produtos e serviços de concorrentes, identifique os problemas e os benefícios percebidos em suas ofertas, encontre necessidades emergentes do mercado, melhore constantemente o mix de mídia e detecte mudanças relevantes de comportamento do consumidor. Ou, em resumo, trabalhe com o chamado “insight-as-a-service”.

Dados e ganhos financeiros

Uma pesquisa recente do Capgemini Research Institute mostra que as organizações envolvidas no compartilhamento, troca e colaboração com dados podem obter benefícios financeiros de até US$ 940 milhões, ou 9% de receita anual para uma empresa com um faturamento anual de US$ 10 bilhões. Nos próximos cinco anos, esses benefícios serão obtidos por meio da economia de custos, novos fluxos de receita e melhorias de produtividade.

De acordo com o relatório “Data Sharing Masters: como organizações inteligentes usam ecossistemas de dados para obter uma vantagem competitiva imbatível” (tradução livre para “Data sharing masters: How smart organizations use data ecosystems to gain an unbeatable competitive edge“), estima-se um adicional de 10 pontos percentuais de vantagem financeira para organizações que atuam com ecossistemas de dados complexos e mais colaborativos, ou seja, que mantêm parcerias que lhes permitem compartilhar informações.

Imagem: Envato

Sair da versão mobile