fbpx

Confira 6 dicas para abrir uma empresa nos próximos 3 anos

Número de brasileiros que deseja empreender cresceu 75% em 2020

O número de brasileiros que deseja abrir uma empresa nos próximos três anos aumentou 75% em 2020, chegando a 50 milhões de pessoas, segundo relatório sobre empreendedorismo da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado em parceria com o Sebrae e o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ).

Por outro lado, a pesquisa Sobrevivência de Empresas realizada pelo Sebrae aponta que três em cada 10 MEIs fecham as portas antes dos cinco anos.

Para auxiliar esses brasileiros que desejam empreender, em especial na área de tecnologia, João Moressi Jr., fundador e CEO da Opah IT, empresa especializada no desenvolvimento de soluções customizadas de TI, destaca seis dicas que podem ajudar os empreendedores, inclusive utilizando alguns recursos tecnológicos a seu favor:

Concentre-se em um objetivo de design sólido
A última coisa que alguém deseja é projetar algo sem propósito. Antes mesmo de iniciar o processo de rascunho, tenha um conjunto claro de regras estabelecidas sobre como você vai projetar seu produto. “O empreendedor deve ter claro o que ele deseja que o produto alcance e evoque no usuário. Ter essas respostas ajudam a refinar o projeto”, orienta o CEO.

Pense como seu comprador
Mesmo os melhores produtos não serão usados por todos. Quem você imagina que gostaria de se envolver com sua empresa? Do que gostam essas pessoas? Como seus designs podem despertar o interesse delas? É importante ter em mente as necessidades dos potenciais compradores, pois são eles que vão decidir se o seu produto é bem sucedido ou não.

Crie designs inclusivos desde o início
Mesmo que o seu produto seja projetado para ser usado principalmente por um determinado grupo demográfico de pessoas, isso não significa que você não deve torná-lo acessível a todos. “Se o projeto não for inclusivo, ele estará alienando clientes em potencial desde o início”, alerta Moressi.

A Microsoft, uma das gigantes do design do século 21, tem um conjunto de diretrizes de inclusão de design que podem ser úteis para qualquer empreendedor de primeira viagem. Você também pode entrar em contato com designers mais estabelecidos e extrair dicas para fazer seus produtos funcionarem para todos. Certifique-se de não deixar ninguém de fora.

Concentre-se nas oportunidades de conectividade
Hoje, toda empresa é uma empresa de tecnologia, queira ou não. Não importa o tipo de negócio – você precisa integrar seus produtos e plataformas com a tecnologia existente, o máximo possível.

Se o seu produto for físico, considere encontrar maneiras de torná-lo parte da Internet das Coisas, um mercado que deve ultrapassar US$ 13 bilhões em valor nos próximos cinco anos. Se você é uma empresa digital ou uma operação baseada em serviços, torne sua presença online a mais perfeita e integrável possível.

Obtenha informações importantes de não designers
A menos que você mesmo seja um designer de carreira, pode ser tentador levar sua ideia a um designer o mais rápido possível para torná-la realidade, mas designers não são as únicas pessoas com quem você deve conversar. Embora possam fornecer informações valiosas sobre a aparência e o layout de um produto, os designers não serão capazes de responder a todas as suas perguntas sobre funcionalidade.

Antes do seu produto começar a ser vendido, você deve consultar os vendedores. Se o seu produto vai ter tecnologia para impulsioná-lo, traga alguns engenheiros de software para a conversa. Alguém também fará o marketing do seu produto, portanto, converse com os profissionais da área. “O design não é apenas uma questão de aparência. Trata-se de fazer algo que funcione em vários níveis”, ressalta o especialista.

Mantenha tudo escalonável
Nos dias de hoje, não há como prever quando ou como o crescimento chegará ao seu negócio. Simplificando, seu produto precisa ser escalável para públicos grandes e pequenos. Garanta estar pronto para atender diferentes cenários e ajustar a produção quando necessário. Sua capacidade de decolar pode depender disso.

“Tornar-se um empreendedor é um desafio e tanto. Mas ter um ótimo produto torna isso muito mais fácil. Seguindo alguns desses princípios, você pode ter a certeza de produzir algo que o ajudará a iniciar sua jornada com mais facilidade,” finaliza Moressi.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: