Fundadores do São Luiz voltam ao setor de saúde com hospital para pets

Hospital veterinário começará a operar em abril e terá capacidade de realizar 700 cirurgias por mês

Doze anos após vender o Hospital São Luiz para a Rede D’Or por R$ 1 bilhão, a família Vasone, dona do grupo Localpar, vai voltar para o setor. A diferença agora é que o hospital, chamado Veros, será voltado para os animais de estimação de famílias de alta renda. O hospital veterinário, que começará a operar em abril, recebeu investimentos de R$ 50 milhões e será um dos maiores do gênero no País, com capacidade de realizar 2 mil consultas e 700 cirurgias por mês.

Localizado na zona sul de São Paulo, o Veros é a primeira incursão da família no mercado pet. Apesar de ser um negócio novo, segundo Alceu Vasone, que é membro do conselho da família, os estudos para se chegar ao atual modelo começaram em 2016. A expectativa é de que, quando atingir a maturidade, o hospital gere faturamento anual de R$ 80 milhões.

“Tivemos uma mudança muito grande no tratamento dos pets nos últimos anos e vimos que faltava um espaço em São Paulo que atendesse a todas as demandas da saúde em um só lugar”, diz Vasone.

De acordo com Horácio Battistini, diretor do hospital, a intenção é que o atendimento no Veros seja similar ao adotado em locais voltados para a saúde humana, desde o atendimento completo até a criação de prontuários eletrônicos e integrados entre as áreas, permitindo a criação de um histórico de saúde dos animais tratados.

Até pela localização, próxima ao Parque do Ibirapuera, o foco do Veros será atrair os donos de pets de famílias de alta renda. Por ora, a empresa não terá vínculo com nenhum plano de saúde – empresas como a Porto Seguro já apostam no segmento – e nem pretende criar um sistema próprio.

De olho no crescimento da demanda, a Localpar pretende abrir de cinco a seis unidades da Veros em outras capitais. Os investimentos devem ficar entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões. “Os próximos dois, vamos abrir com investimento próprio, mas é possível que tenhamos parceiros para o restante”, afirma Vasone.

Setor em crescimento

Segundo o Instituto Pet Brasil, o setor teve alta de 27% do faturamento em 2021, para R$ 51,7 bilhões. A área de serviços e produtos veterinários representa cerca de 20% do total, com vendas de R$ 10 bilhões. Para Nelo Marracini, presidente do conselho consultivo do Instituto Pet Brasil, o mercado deve crescer ainda mais, dada a maior longevidade dos animais.

Por essa razão, esse mercado já tem atraído grandes concorrentes. A Petz, por exemplo, que tem hoje 132 lojas pelo País, conta também com 14 hospitais. Nos últimos quatro anos, o Pet Care, do grupo americano VCA, vem comprando uma série de empresas e quer crescer por aqui. “Os donos de animais estão entendendo o custo de ter um pet em casa e a responsabilidade com a saúde deles, algo que não acontecia antes”, conclui Marracini.

Com informações de Estadão Conteúdo

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: