Sá Cavalcante passa a administrar shopping centers de terceiros

Empresa tem, atualmente, um portfólio de 6 empreendimentos próprios em 4 Estados brasileiros

A empresa Shoppings Sá Cavalcante vai passar a administrar empreendimentos de terceiros. Atualmente, a Sá Cavalcante tem atualmente um portfólio de seis shopping centers próprios em quatro Estados brasileiros e mais de 1.300 lojas e 265 mil m² de ABL (Área Bruta Locável). A expectativa é expandir a atuação para as demais regiões do País.

“Esse é mais um projeto que aceleramos muito no último ano. Começamos a repensar e modernizar nossa estrutura de Central de Serviços Compartilhados, permitindo com que mais empreendimentos sejam plugados em nossa holding”, diz o presidente da empresa, Leonardo Cavalcante.

O executivo ressalta que o modelo de administração da Sá Cavalcante é focado em proximidade e transparência, dando visibilidade a todos os indicadores do shopping e administrando, para terceiros, da mesma maneira que o portfólio próprio é administrado.

Shopping Praia da Costa

Hoje, a empresa já possui um shopping de terceiro totalmente administrado por ela, o Shopping Praia da Costa, localizado em Vila Velha (ES), que em 2020 foi vendido para um dos maiores fundos imobiliários do País e que hoje faz parte da carteira da Vinci Shopping Centers FFI.

De todos os serviços propostos, a gestão da comercialização é um módulo que pode ser contratado separadamente. O objetivo é trazer para os empreendedores que possuem apenas um shopping ou portfólios menores, a força competitiva de uma empresa com relevância e experiência no mercado, trabalhando os espaços disponíveis nos shoppings para investimento.

“Quando falamos da comercialização, a principal vantagem para o empreendedor que queira trazer o seu shopping para fazer parte do nosso portfólio é a potencialização da sua força comercial, tornando-se ainda mais relevante frente a grandes marcas e outros players do mercado”, comenta Marcelo Rennó, diretor de Operações & Digital.

Impacto da pandemia

Durante a pandemia, os shoppings centers enfrentaram um cenário adverso, no qual as vendas online ganharam cada vez mais protagonismo. Em 2020, o faturamento dos estabelecimentos no Brasil foi de R$ 128,8 bilhões, enquanto em 2019 foi de R$ 190 bilhões, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

Embora tenha ocorrido uma retomada em 2021, com um ganho de R$ 159 bilhões, o valor ainda não superou o período pré-pandêmico. Por outro lado, o e-commerce apresentou um crescimento recorde e faturou R$ 161 bilhões em 2021, projetando um aumento de 9% para 2022, de acordo com dados da NeoTrust, especializada em levantamento de dados sobre o mercado varejista brasileiro.

Um dos destaques do último ano para a Shoppings Sá Cavalcante foi lançamento do Sá App, um aplicativo feito em formato de marketplace, que hoje atua com os lojistas dos shoppings Praia da Costa e Mestre Álvaro, no Espírito Santo.

Para Marcelo Rennó, a maior lição que fica deste período é a de não estagnar. “O principal aprendizado é o de nunca ficar no mesmo lugar, da necessidade que temos de estar em uma busca constante por melhorias, encontrando novas formas de nos conectarmos com nossos colaboradores, lojistas, consumidores e parceiros”, finaliza.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: