Nokia anuncia saída da Rússia e faz provisão de US$ 108,9 mi no 1º trimestre

Decisão segue tendência de marcas como Shell, General Electric e Intel

A companhia de telecomunicações finlandesa Nokia afirmou nesta terça-feira, 12, que deixará o mercado da Rússia. A empresa informou que, com isso, realizou uma provisão de 100 milhões de euros (US$ 108,9 milhões) em seu balanço relativo ao primeiro trimestre de 2022.

Logo após o início dos conflitos entre Rússia e Ucrânia, a Nokia disse que havia feito uma pausa em entregas ao país, mas agora decidiu sair completamente da Rússia, ecoando medida similar da rival nórdica Ericsson.

A Nokia operava em quatro localidades na Rússia, mas as unidades representavam apenas cerca de 2% das vendas do grupo em 2021. Com isso, a empresa disse que ainda espera atingir suas metas financeiras para 2022.

Em nota, a Nokia afirma que a sua prioridade continua a ser a segurança e o bem-estar de seus colaboradores.

Outras empresas

A suspensão das atividades da companhia ocorre após a saída de empresas como Coca-Cola, Starbucks, McDonalds, Shell, General Electric e Intel.

Os fabricantes mundiais de veículos tomaram medidas que vão desde os planos do Grupo Mercedes-Benz para cisão de sua participação no Kamaz da Rússia, até a GM e montadoras de luxo, como a Jaguar, que pararam as exportações para lá. Ford, Renault, BMW e AB Volvo estão suspendendo parte da produção na Rússia.

Com informações de Estadão Conteúdo (Dow Jones Newswires)
Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: