Programa Nome Limpo dará crédito sem juros a empresas negativadas na pandemia

Serão oferecidos créditos de R$ 100 a R$ 5 mil, com até 180 dias para iniciar o pagamento da primeira parcela

Programa Nome Limpo dará crédito sem juros a empresas negativadas na pandemia

O programa Nome Limpo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, abriu uma linha de crédito especial para os empresários que tiveram seus nomes negativados na pandemia de covid-19.

Serão oferecidos créditos de R$ 100 a R$ 5 mil, sem a cobrança de juros, com até 180 dias para iniciar o pagamento da primeira parcela e 24 meses para quitação.

Com um total de R$ 100 milhões, a iniciativa visa facilitar a regularização da situação de empresários negativados junto aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

“Acompanhando os impactos da pandemia em nossa economia, entendemos que muitos empreendedores estavam com o nome sujo, por não conseguirem pagar pequenas dívidas, essenciais para os seus negócios. O Programa Nome Limpo foi criado para atender essa demanda e garantir que os empreendedores de São Paulo possam voltar a abrir seus negócios e continuem a crescer”, afirma Marina Bragante, secretária-executiva da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Por meio do Banco do Povo, o crédito será concedido a pessoas jurídicas qualificadas como MEI (Microeemprendedor Individual), ME (Micro Empresa), Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou Ltda (sociedade limitada) que se endividaram durante a pandemia e foram negativados.

Condições para os empréstimos:

Para solicitar a linha de crédito, os interessados devem comparecer à unidade do Banco do Povo do município onde o CNPJ está registrado.

Imagem: Shutterstock

Sair da versão mobile