NRA Show 2022: Gouvêa Foodservice debate, em palestra, momento do setor no Brasil

Apesar da queda do setor em 2020 e 2021 por conta da pandemia, as projeções para os próximos anos são animadoras

NRA Show 2022: Gouvêa Foodservice debate, em palestra, momento do setor no Brasil

Cristina Souza, CEO da Gouvêa Foodservice, e Izadora Lima, iretora comercial da rede Hortifruti Natural da Terra, em painel da NRA Show 2022

A Transformação e a Aceleração do Foodservice Brasileiro foram tema de palestra neste domingo (22) da NRA Show 2022, em Chicago (EUA). Os temas foram debatidos por Cristina Souza, CEO da Gouvêa Foodservice. e colunista da Mercado&Consumo. Única brasileira a comandar um painel na NRA Show 2022, a executiva falou sobre o estágio atual e as perspectivas para o cenário brasileiro e apresentou o case da rede Hortifruti Natural da Terra.

A Mercado&Consumo embarcou com a delegação da Gouvêa Foodservice para acompanhar este que é um dos mais importantes eventos do foodservice mundial e faz uma cobertura que inclui reportagens em texto e em vídeo, além de podcasts especiais.

Em 2019, o foodservice brasileiro teve o seu melhor ano, com uma receita de R$ 215 bilhões. A participação de refeições fora de casa em relação com o total também cresceu: em 2002, era de 24%; em 2019, subiu para 34%. A pesquisa Crest, feita pelo Instituto Foodservice Brasil (IFB) em parceria da Mosaiclab, também mostrou que o crescimento anual do setor é de 7,5%, dando indícios de que o foodservice no Brasil está acelerando e ainda tem espaço para mais.

Apesar da queda do foodservice em 2020 e 2021 por conta da pandemia, as projeções para este ano – e, principalmente para os próximos três anos – são animadoras para o segmento. O levantamento apontou que, em um cenário realista, 2022 fechará com R$ 213 bilhões de receita. Na mesma linha realista, as projeções para 2023 e 2024 são de R$ 229 bilhões e R$ 246 bilhões, respectivamente.

Hortifruti Natural da Terra

Cristina Souza comentou que o Hortifruti Natural da Terra, de olho nesse mercado e entendendo a importância estratégica do foodservice para a rede, procurou a consultoria para saber o que a empresa poderia fazer melhor, entregando mais valor ao seu consumidor. Atualmente a varejista especializada em produtos frescos tem mais de 80 lojas, com uma receita anual de mais de R$ 2 bilhões.

A executiva detalhou alguns aspectos do processo e destacou pontos importantes da parceria. Ela mostrou que os resultados de pilotos testados em São Paulo e no Rio de Janeiro indicaram um aumento do NPS (Net Promoter Score) e o crescimento de receita nessas mesmas lojas em comparação aos meses anteriores ao piloto.

Na segunda parte da apresentação, Cristina Souza convidou a diretora comercial da empresa, Izadora Lima, para bater um papo sobre a parceria e os objetivos que o Hortifruti Natural da Terra tem para os próximos com esse projeto. Ela explicou que a principal missão da empresa é promover um estilo de vida mais natural e saudável para seus clientes .

A diretora contou que o projeto deles tem como base oferecer soluções para os consumidores e não vender comida, o que a empresa faz na maior parte do tempo. “Nós queremos oferecer todas as refeições para os nossos consumidores em qualquer parte do dia para todos os diferentes tipos de pessoas que temos em nossas lojas. Então essa é a nossa principal ambição com esse projeto”, completou Izadora.

“Penso que nós devemos ter a ambição de ter 50% da nossa receita a partir de comidas prontas para comer. É uma ambição enorme comparado ao percentual que temos hoje, mas é o que eu penso que é o futuro dos negócios no foodservice”, finalizou a diretora comercial.

Acompanhe toda a cobertura da NRA Show 2022 em nossas redes e no nosso portal:

Portal: https://mercadoeconsumo.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/mercadoeconsumo/
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/mercadoeconsumo/

Imagem: Aiana Freitas

 

Sair da versão mobile