Troca-se iniciativa por acabativa

O direcionamento que vai te levar à conquista de resultados

O mercado de varejo e consumo é conhecido por ser um dos setores da economia que mais são impactados por mudanças, especialmente por serem incentivadas por tendências e comportamentos de consumo. E como tudo tem mudado cada vez mais rápido, não é mesmo? Para acompanhar a velocidade dessas mudanças, as empresas precisam correr cada vez mais rápido, pensar em soluções que façam a diferença e atendam às exigências de seus clientes.

Há alguns anos, o hábito de pedir comida ou fazer compras em um supermercado por um aplicativo não era tão usual. Selecionar roupas e sapatos no e-commerce e depois fazer a troca em qualquer loja da marca ou comprar na loja e escolher como e quando receber os itens eram serviços ainda pouco disseminados. Esperar mais do que 10 minutos por um carro tornou-se “um absurdo”. Mas não é tão difícil lembrar de um passado recente (embora possa parecer coisa de séculos atrás) de quando você ligava para uma cooperativa e aguardava muito mais tempo para um táxi chegar.

Se pararmos para analisar cada um dos setores desse mercado, encontraremos mudanças significativas, das mais simples às mais complexas e que foram impulsionadas pelos novos hábitos de um consumidor mais digital, exigente e que preza por agilidade, experiência e um bom serviço.

As melhores soluções, seja qual for a necessidade do seu negócio, são sempre as focadas nas necessidades dos clientes e público que você deseja atingir. Quando um novo desafio surge, muito se fala da necessidade de ter iniciativa, novas ideias e, é claro, correr contra o tempo para fazer acontecer “pra ontem”, com qualidade, o que a empresa não tem realizado e sentido na pele as consequências. Mas não existe mágica nesse processo. Fique muito atento às armadilhas que existem no caminho da inovação. Saber lidar com elas é que vai garantir que você alcance ou o resultado desejado.

1. Tenha iniciativa

Algumas definições que você vai encontrar no dicionário ao buscar o significado de iniciativa:

1) Ação de quem propõe ou faz primeiro algo;

2) Qualidade de quem é levado a agir espontaneamente;

3) Ânimo ou disposição natural de quem faz alguma coisa antes dos demais.

É verdade que inovar e fazer diferente requer iniciativas e novas ideias, e ser ágil o suficiente para sair na frente. Ser pioneiro em uma determinada ação ou solução ou apresentar isso ao mercado com legitimidade e segurança, pode fazer toda a diferença. Este é um dos motivos pelos quais, muitas vezes, são fortemente presentes comportamentos envolvendo senso de urgência latente na rotina da organização.

Nessa fase, é importante saber que a iniciativa também precisa ser baseada em fatos, dados e compartilhada com outras pessoas, com o objetivo de analisar diferentes pontos de vista em relação a uma situação.

Em uma empresa, todos precisam participar ou ser envolvidos no processo de mudança para que ela seja bem recebida e que as pessoas se sintam pertencentes ao processo. Só porque você foi o primeiro a identificar um problema e a necessidade de uma solução, ou seja, tomou a iniciativa, não significa que o restante do processo precisa ser solitário.

2. Garanta que possui as pessoas, os recursos e o investimento

Depois que você teve a iniciativa de propor a mudança, é preciso garantir ou buscar (caso ainda não tenha) as pessoas com as competências e habilidades certas para desenvolvimento e implementação desse novo projeto. Da mesma forma, levantar os recursos necessários. E tudo isso leva, é claro, ao investimento. Sem esses três elementos básicos, inovar de fato se tornará um desafio muito maior.

Existem diferentes caminhos para reunir esses três elementos. Alguns levam mais tempo e outros são mais ágeis, mas saiba que a velocidade da inovação vai caminhar na velocidade do que você tem disponibilidade. Caso falte um dos três fatores ou se mostrem insuficientes, seu projeto será diretamente impactado ou até interrompido, levando a um grande desperdiçador de tempo e, consequentemente, dinheiro.

3. Planeje-se

O planejamento de um novo projeto é essencial. Nele você vai analisar todo o processo, aumentando as suas chances de sucesso. Você vai inclusive conseguir validar a percepção inicial e verificar se realmente possui as pessoas, recursos e investimento suficientes para concluir esse projeto, fazendo um processo de prevenção de riscos. Nessa fase, você pode acabar identificando pendências importantes durante um processo de planejamento previamente estruturado. Por mais que você invista um pouco mais de tempo nessa fase, isso irá compensar ao longo do processo, possibilitando aquela aceleração tão desejada.

Muitos projetos de inovação fracassam, especialmente em empresas de varejo e serviços, por desconhecerem ou negligenciarem os processos de um planejamento de projeto, elaborado de forma correta e completa. Essas empresas normalmente valorizam ou possuem a cultura da “mão na massa” e do imediatismo, que é sim muito importante para o perfil e modelo do mercado.

Mas para que a empresa cresça de forma saudável, o planejamento precisa ir além do controle orçamentário anual e ser mais detalhado em ações, contemplando o que, como, quando e com quem fazer, além do quanto isso vai custar. Além do objetivo final, você precisa ter clareza do caminho que irá percorrer para chegar lá.

4. Tenha acabativa

Tão importante quanto, se não mais importante do que ficar atento às tendências, inovar, propor novas ideias, planejar e trabalhar no desenvolvimento de uma nova solução é, de fato, concluí-la. É inegável a importância de não deixar passar muito o time e perder oportunidades valiosas. Assim como garantir que todas as etapas anteriores foram cumpridas atentamente, mesmo que demore um pouco mais do que o desejado, aumentando as chances de sucesso no lançamento da solução que trará inovação para sua empresa.

Para ter acabativa, ou seja, efetivamente concluir e entregar seus projetos com qualidade, é importante ficar atento aos sinais sabotadores que possam surgir ao longo do processo. Por mais que você tenha planejado e trabalhado na prevenção de riscos, eventualidades podem surgir. Caso ocorra esse tipo de situação, trate o tema com transparência, comunique o ocorrido a todos os envolvidos e trabalhe com o foco em encontrar alternativas para a solução do problema. Não desista e administre os impactos desse contratempo no projeto, tentando mitigar ao máximo as consequências negativas e o efeito “bola de neve”.

Haja o que houver, tenha acabativa e conclua o que você se propôs a entregar no início. Inovar também exige muito comprometimento.

5. Inovou? Trabalhe no aperfeiçoamento

É natural durante um processo de inovação surgirem novas ideias e necessidades de melhorias em um produto ou serviço que ainda não foi lançado. Fique muito atento a isso para saber distinguir o que é essencial nesse primeiro momento e o que pode ser testado e aperfeiçoado posteriormente.

Muitas pessoas envolvidas em processos de inovação deparam-se com preciosismos durante o a criação de algo novo. Identifique os ajustes que são realmente essenciais e não permita que o que não se enquadra nesse perfil impacte significativamente em seu plano de lançamento e conclusão do projeto.

Para um primeiro lançamento, você precisa focar em ter um MVP (Minimum Viable Product), ou produto mínimo viável, para ser inicialmente testado e depois aperfeiçoado. Esse ciclo de desenvolvimento, envolvendo melhorias, inclusive, deve ser realizado sempre que identificada uma nova necessidade no produto e deve durar enquanto a solução estiver ativa no mercado.

Roberta Andrade é gerente de Soluções da Friedman.
Imagem: Shuttersrtock

Roberta Andrade

Roberta Andrade

Roberta Andrade é responsável pela criação de soluções e condução de projetos para varejistas e prestadoras de serviços na Friedman, empresa da Gouvêa especializada em Gente, Gestão, Talentos e Treinamento.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: