fbpx

Shake Shack planeja oito novos drive-thrus nos Estados Unidos até 2022

A rede de hambúrgueres fast-casual Shake Shack, com sede em Nova York, está acelerando a inovação do menu e planeja abrir de 35 a 40 novas lojas em 2021. Nos próximos 24 meses, a empresa também pretende construir, nos Estados Unidos, de até oito unidades com drive-thru, um formato desenvolvido neste ano de pandemia de Covid-19.

“Estamos acelerando a abertura de novos locais”, disse Randy Garutti, CEO do Shake Shack aos investidores durante teleconferência acompanhada pelo portal Nation’s Restaurant News. A empresa tem como objetivo o crescimento em novas cidades, como Portland e Indianápolis, enquanto também continua investindo na Califórnia e nos mercados da Costa Leste, disse o executivo.

Os planos de expansão surgem depois de a rede enxergar uma melhora nas vendas em outubro. O crescimento tem sido maior nos subúrbios americanos do que nas grandes cidades. Nova York, por exemplo, continua sendo a cidade mais atingida pela pandemia – locais anteriormente de alto desempenho, como Manhattan, apresentam resultados pouco satisfatórios.

No geral, o movimento caiu 42% no trimestre. Já as vendas nas mesmas lojas diminuíram 31,7%. A maior parte dessa queda ocorreu nas lojas urbanas, onde as compras caíram 43%.

Melhor mês desde o março

Ainda assim, outubro foi o melhor mês para a rede desde o início da pandemia, em março. O lucro operacional da Shake Shack apresentou alta de 14,8% no trimestre encerrado em 23 de setembro. No segundo trimestre, a alta foi de 2,2%.

“Acreditamos estar em uma posição única para sair deste período desafiador mais fortes e com maiores oportunidades do que quando entramos, à medida que dobramos a expansão multiformato e aceleramos nossos investimentos digitais”, disse Garutti.

Ainda assim, ele alertou que a empresa pode enfrentar mais desafios no inverno, especialmente porque algumas regiões do País passam por uma segunda onda de casos positivos de Covid-19. Isso levou a marca a mudar rapidamente com suas estratégias digitais e de novos formatos.

“O Shake Shack será suportado por muita tecnologia e design inovador, ao mesmo tempo que mantém nossa tradição central de construir locais de encontro”, disse Garutti. “Vemos esse modelo como um passo importante para aumentar nossa oportunidade de mercado e estamos assumindo um grande compromisso com esse aprendizado.”

O negócio digital da empresa foi responsável por 60% das vendas no trimestre.

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: