Setor de bares e restaurantes aposta em novas tecnologias para voltar a crescer

Um dos setores mais afetados pelas medidas tomadas para conter a pandemia de Covid-19 foi o de bares e restaurantes. Com a reabertura dos estabelecimentos, eles têm apostado na junção de bons produtos e bom atendimento com novas tecnologias para voltar a crescer. Essas tecnologias vão de ferramentas de gestão a automação de equipamentos.

Segundo pesquisa realizada em agosto pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em conjunto com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), 63% dos empresários do setor relatam que o maior desafio, neste momento, é ter capital de giro para equilibrar os negócios.

A startup ConnectPlug desenvolve ferramentas de gestão para estabelecimentos de foodservice. Segundo o CEO Rafael Hasson, os empresários do ramo de alimentos e bebidas têm demandado cada vez mais estas soluções. Para atender à procura, a empresa oferece parceria com o sistema myTapp, um serviço de automação e controle total sobre consumo de torneiras de chope.

Relatórios personalizados

Com a tecnologia integrada, os empreendedores possuem controle de estoque e financeiro, contas a pagar e receber, vendas e relatórios personalizados. Assim, o desperdício de insumos pode ser reduzido em até 20% e a eficiência no atendimento ao cliente é aprimorada – o que, consequentemente, impacta no faturamento.

“O myTapp automatiza o controle das torneiras de chope do bar, enquanto o autoatendimento da ConnectPlug traz agilidade e autonomia na hora de o cliente fazer o pedido. Além disso, tudo pode ser incorporado ao sistema de gestão ERP, fazendo com que o empresário tenha total controle da gestão”, explica Hasson.

Além dos benefícios para a empresa, as soluções melhoram a experiência do usuário, que pode utilizar um único cartão-comanda para o autosserviço de chope e, também, para o cardápio digital na mesa. O cliente pode ver seu extrato parcial de consumo, solicitar o fechamento da comanda no momento que desejar e realizar o pagamento de forma mais rápida e sem enfrentar filas.

“O sistema de autosserviço de chope funciona com o próprio cliente se servindo. Ele é cobrado pelos milímetros que consumir, o que possibilita que ele prove um pouco de cada chope, 25 ou 40 mililitros, por exemplo. Depois, ele pode consumir os que mais gostou. Reduzimos o contato humano, algo importante durante a pandemia, e empoderamos o cliente para provar o que ele quiser”, explica Mateus Bodanese, co-founder e CEO da myTapp.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: