fbpx

“Tecnologia ajuda a atender na hora e no canal certos”, diz diretora do Carrefour

Silvana Balbo, que comanda a área de Marketing, participou de evento da M&C

A transformação pela qual as empresas estão passando, acelerada pelos efeitos da pandemia de Covid-19, já deixou alguns pontos muito claros: hoje, o consumidor é mais exigente e suas necessidades são mais urgentes. Nesse sentido, a tecnologia é de fundamental importância, como destaca a diretora de Marketing do Carrefour Brasil, Silvana Balbo.

“A tecnologia ajuda a atender ao cliente certo, no canal certo e na hora certa. Além disso, para ser omnichannel, é preciso conhecer o cliente”, disse Silvana. A diretora de Marketing do Carrefour participou do webinar “Mercado&Consumo Talks: Transformação Digital no Setor Alimentício”, promovido pelo portal Mercado&Consumo em parceria com a Centric Software. A mediadora foi a CEO da Gouvêa FoodserviceCristina Souza.

A Centric, plataforma americana de transformação digital que tem entre os clientes grandes marcas de moda, varejo, calçados, luxo, esportes e bens de consumo, começou neste mês a atuar no setor alimentício no Brasil. A solução oferecida pela empresa é a Gestão do Ciclo de Vida do Produto (PLM, do inglês Product Lifecycle Management). Trata-se de uma plataforma integrada que pode substituir várias soluções que são, geralmente, desconectadas.

“O PLM ajuda a facilitar a seleção e a busca de fornecedores e produtos para que o processo seja feito com mais rapidez e eficiência. Ele capacita o varejista a operar num momento de grande movimentação acelerada”, afirma Leticia Castilho, Sr. Business Consultant na Centric.

A CEO da Gouvêa Foodservice, Cristina Souza, destaca a outro aspecto trazido por soluções desse tipo. “Elas permitem maior transparência para o consumidor e para o ecossistema interno, e o varejo está indo cada vez mais nessa direção.”

O desenvolvedor de Negócios para as Américas na Centric, Guilherme Bueno, também chama a atenção para a questão da transparência. “O cliente quer saber o que está consumindo e de onde está vindo isso, além de conhecer os aspectos sociais envolvidos na produção. Ter clareza sobre a cadeia de suprimentos e uma comunicação clara com os fornecedores, para ele eles entendam como isso vai impactar no preço do produto, é importante para dar essa transparência e trazer ganho operacional.”

Ele explica a atuação no foodservice traz desafios extras. “O setor de alimentos e bebidas é muito regulamentado, existem muitas questões legais que precisam ser observadas, até para se evitar problemas de saúde.” Mas, para Bueno, o fato de o mercado de alimentos e bebidas estar passando por grandes mudanças e por um rápido amadurecimento faz com que a tecnologia desses negócios precise crescer junto com ele.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: