fbpx

O WhatsApp Pay e os pagamentos digitais vão mudar o varejo

Ligar o celular e, em poucos toques, realizar um pagamento instantâneo em uma loja virtual; minutos depois, receber os produtos escolhidos em casa.

Hoje, com os novos pagamentos digitais, é possível fazer isso de forma simples com os QR Codes, o Pix e o novo WhatsApp Pay. Mas você imaginaria esse cenário há 10 ou 20 anos? Os saltos da tecnologia são cada vez maiores e têm mudado os pagamentos e o varejo em pouco tempo.

O recurso de pagamento da rede social é especialmente interessante: só em 2020, as vendas no e-commerce a partir de redes sociais cresceram de 22% para 34%, segundo a 6ª edição do estudo NuvemCommerce.

O WhatsApp é também o aplicativo mais usado por empreendedores para vender durante a pandemia (84%), seguido por Instagram (54%) e Facebook (51%), diz pesquisa do Sebrae. Os números não são uma surpresa. É uma rede social bastante usada pelos brasileiros, instalada em praticamente todos os smartphones no País – 99%, para ser mais exato, segundo a Opinion Box e a Mobile Time.

Para o varejista, ele permite uma comunicação muito mais próxima e direta com o cliente – o trabalho “um a um”, que tende a gerar muito mais resultados. E, se ele já era uma boa rede social para vender, a integração torna a experiência ainda mais completa e fácil, sem necessidades de links de pagamento externos ou improvisos. Um ponto essencial para atrair o now costumer, o cliente do pós-pandemia que quer conveniência a todo custo.

O cliente brasileiro, em especial, já mostrou que gosta de pagamento digital e instantâneo. O Pix, por exemplo, registrou mais de 87 milhões de usuários cadastrados e R$ 320 bilhões em transferências com pouco mais de cinco meses de implementação.

Com o abre e fecha do varejo e um e-commerce que não para de crescer – a E-Bit/Nielsen projeta 26% em 2021 -, esses tão convenientes pagamentos podem ser uma boa primeira resposta para se diferenciar da concorrência e expandir a atuação no online.

De acordo com estudo da BrandedPay, os brasileiros são os mais competitivos, engajados digitalmente e ativos quando se trata de meios de pagamento. Se depender de nós, podemos esperar bons resultados.

Caio Camargo é diretor comercial da Linx.
Imagem: Arte/Mercado&Consumo

Caio Camargo

Caio Camargo

Caio Camargo é diretor comercial da Linx, uma das maiores empresas de tecnologia do País. Com mais de 20 milhões de leitores e dezenas de milhares de seguidores nas principais redes sociais, é uma das principais referências do mercado quando se trata de vender mais e melhor. É autor do livro "Arroz, Feijão & Varejo", um dos mais vendidos livros sobre o varejo brasileiro desde seu lançamento.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: