fbpx

Westwing assina acordo de compra de agência de viagens online Zarpo

Empresa pretende continuar a jornada de expansão de mercado endereçável que permite conquistar novos clientes

A varejista de móveis e decoração Westwing assinou nesta terça-feira (28) um memorando de entendimentos para a compra de 100% do capital social da Zarpo, agência de viagens online. A empresa trabalha com em parceria com hotéis, resorts, pousadas e companhias aéreas. O valor da operação não foi divulgado.

Segundo a Westwing, a Zarpo trabalha através de um modelo baseado em três pilares principais: curadoria, preços atrativos e excelência em nível de serviço.

“A aquisição da Zarpo (mediante a efetivação da operação) é mais um passo importante na nossa estratégia de expansão em categorias de lifestyle com grande aderência à nossa missão: Inspirar cada pessoa a descobrir mais beleza no seu viver”, afirma a companhia em fato relevante.

Através dessa estratégia, a Westwing pretende continuar a jornada de expansão de mercado endereçável que permite conquistar novos clientes através das sinergias comerciais entre as plataformas e servir melhor a base de mais de 9 milhões de usuários cadastrados na Westwing.

A precificação final e o fechamento da transação estão sujeitos à auditoria legal e financeira a ser feita pela companhia, no prazo estimado de 75 dias, que poderá ser prorrogado caso as partes julguem necessário. Adicionalmente, a conclusão da transação está sujeita às aprovações pelas instâncias devidas e à assinatura dos documentos definitivos.

15 lojas físicas até 2022

Reportagem recente divulgada pela Mercado&Consumo mostrou que, após o processo de independência como subsidiária da Westwing Europa, em 2018, a filial brasileira acelerou um processo de desenvolvimento finalizado em fevereiro de 2021 com o IPO, que movimentou cerca de R$ 1,16 bilhão com a venda de 89,3 milhões de ações. Nascida digital como um clube de compra, com campanhas que duram de quatro a seis dias, a Westwing Brasil aposta na sinergia de seu ecossistema para crescer.

“Temos dois modelos complementares: lançamos nossa primeira loja física, que chamamos de galeria, que complementa bem o clube porque traz a experiência com a marca. Lançamos também o Westiwing Now, que é mais parecido com o e-commerce tradicional”, afirmou Andres Mutschler, CEO do Westwing.

Com uma loja física desde 2016 na Vila Madalena, na zona oeste de São Paulo, a Westwing planeja abrir outras cinco lojas até o final deste ano e chegar a 15 até 2022.  “Temos um time a todo vapor prospectando os pontos e as várias frentes para abrir essas lojas”, disse.

Segundo Mutschler, as lojas físicas são importantes para que os clientes tenham uma experiência inspiracional e complementam as vendas pelo clube e pelo e-commerce, o Westwing Now. Lançado em março de 2020, a plataforma não exige cadastro e tem um campo de busca para que o cliente busque o que está precisando.

Com informações de Estadão Conteúdo (Luísa Laval)
Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: