fbpx

Quatro em cada dez estabelecimentos cogitaram mudar de endereço na pandemia

Entre os motivos que impulsionaram a decisão estão a redução do valor do aluguel e redução do fluxo de pessoas

Diante das medidas de restrição causadas pela pandemia de covid-19, iniciada em 2020, 11% dos proprietários de estabelecimentos mudaram de endereço no período. Outros 26% pensaram em se mudar. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva a pedido da VR Benefícios, dona das marcas VA e VR.

Entre os motivos que impulsionaram a decisão estão a redução do valor do aluguel (65%), redução do fluxo de pessoas (32%), passou a fazer a atividade dentro de casa (19%) e mudou para mais perto de sua casa (5%). Já entre os que mudaram de endereço, 60% migraram para bairros residenciais.

“Os comércios tiveram que se reinventar frente à queda no fluxo de clientes durante a pandemia. O movimento de migração dos centros comerciais para os bairros residenciais é um claro exemplo de estratégias usadas pelos donos de restaurantes para chegar ao cliente final com menores custos fixos”, afirma Priscila Abondanza, diretora-executiva de Empresas e Experiência do Cliente, da VR Benefícios.

O estudo apontou ainda que 85% precisaram cortar custos, enquanto 60% afirmaram ter negociado preços e prazos com fornecedores e 29% tiveram que recorrer a empréstimo. Considerando as medidas de restrição dos estabelecimentos, 94% estão funcionando, porém sete em cada dez proprietários ou gestores declararam movimento menor, especialmente restaurantes.

Mudanças nos meios de pagamento

Em relação aos meios de pagamento sem contato que estão sendo utilizados, a pesquisa mostrou que o uso de cartões de crédito ou débito NFC (aproximação via celular) aumentou e chegou a 87%, em relação a 2020, Também cresceu a utilização de aplicativos por celular e pagamentos por link.

“Outra estratégia dos comércios foi ampliar canais de vendas e meios de pagamento. Os restaurantes passaram a vender em novos canais, como o Whatsapp, e a usar novos meios de pagamento, como o link de pagamento e posteriormente o Pix”, afirma Paulo Roberto Esteves Grigorovski, diretor-executivo de Marketing e Serviços ao Trabalhador, da VR Benefícios.

A pesquisa também revelou que as mudanças impostas pela pandemia vieram para ficar. Questionados sobre quais medidas de proteção serão adotadas permanentemente, 92% disseram a limpeza e desinfecção do ambiente, 86% a disponibilidade de álcool em gel aos clientes, 82% um ambiente mais aberto e ventilado, 67% confirmaram a utilização de meios de pagamento sem contato e 60% a implementação do cardápio digital.

Imagem: ShutterStock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: