fbpx

Redes de podcast aumentam a força dos produtores independentes

Além de compartilhar experiências, redes ajudam nas negociações com plataformas e eventos

Com 34,6 milhões de ouvintes, segundo a Associação Brasileira de Podcasters (Abpod), o consumo de podcast disparou no Brasil na pandemia. Segundo um estudo realizado pela Globo, em parceria com o Ibope, 57% dos entrevistados começaram a ouvir programas em áudio digital durante a pandemia.

Uma outra pesquisa da Abpod revela que 65,7% produzem podcasts exclusivamente por hobby e 34,3% apresentam, editam e produzem seus arquivos. Diante desse cenário, as redes de podcasts têm sido utilizadas para trocas de experiências e nas negociações com plataformas e eventos.

“A rede aumenta a força dos produtores independentes quando eles precisam fazer alguma negociação com uma plataforma de reprodução ou algum evento”, diz David Varelo, produtor do podcast Desculpa o Atraso, que fala sobre o sobre mercado de trabalho e carreira, durante o painel  “O poder da colaboração e das redes” da edição online da  13ª edição da Campus Party Brasil nesta quinta-feira, 11.

Segundo Varelo, que participa das redes LGBT Podcaster e da Rede Nordestina de Podcast, nas redes é possível compartilhar experiências com outras pessoas e aprender. “O ideal é procurar uma rede que faça sentido para participar. É bacana ter outra voz e saber que não está sozinho”, diz.

Início solitário

Criador e organizador da Batalha da Leste (batalha de MCs) e editor-chefe da revista digital O Lado Negro da Força, Augusto Oliveira conta que o podcast de mesmo nome surgiu da carência de outros projetos desenvolvidos por ele. “Foi muito solitário no início, mas quando você encontra pessoas que anseiam por essa troca, começa a expandir e absorver o conhecimento e começa a montar uma rede”, conta.

Produtora do podcast Calumbi, programa que apresenta conteúdos sobre educação, história e a cultura do sertão baiano, Adriana Santana destaca a importância das hashtags para a

“Antes da Rede Nordestina existir já existia a hashtag oficial, #podcastnordestino. Foi a partir daí que as pessoas se conheceram para criar um grupo no Telegram. Foi a partir daí que surgiu a ideia de criar a rede”, conta.

Imagem: ShutterStock

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: