fbpx

Black Friday: Pequenos e médios lojistas de shopping centers revelam otimismo

Descontos oferecidos devem ficar entre 40% a 70% e o ticket médio poderá variar de R$ 250 a R$ 400

Pequenos e médios lojistas de shopping centers, os chamados “lojistas satélites”, têm expectativa de alta nas vendas tanto nas lojas físicas quanto no ambiente online para a Black Friday, nesta sexta-feira (26). De acordo com uma enquete realizada pela Associação Brasileira dos Lojistas Satélites (Ablos) com seus associados, os descontos oferecidos devem ficar entre 40% a 70% e o ticket médio poderá variar de R$ 250 a R$ 400.

Para David Bobrow, proprietário da rede de lojas infantil Tip Top, a projeção de crescimento das vendas na Black Friday em relação a 2019 será de 10% e de 20% em relação a 2020, com descontos de até 70% nas 40 mil peças selecionadas. Thiago Sitta, da marca masculina Remo Fenut, também aguarda vendas positivas. “Nossa perspectiva de crescimento nas vendas em relação a 2020 é de 40% e este ano teremos mais peças que anos anteriores, serão mais de mil itens com descontos de até 40%.”

Como em todos os anos, entre os itens mais procurados nos shoppings, além de celulares, eletrônicos e TVs, as roupas, acessórios e calçados terão também grande procura pelos consumidores, fato que deixa os lojistas satélites muito otimistas, uma vez que grande parte dos mais de 100 associados da Ablos são do setor de vestuário, representando mais de 3 mil pontos de venda em todo o País.

“A Black Friday é uma data muito importante para o varejo e acreditamos que, com o avanço da vacinação, o fim das restrições impostas pela pandemia e com os shopping centers seguindo corretamente todos os protocolos de saúde, teremos uma data muito positiva para a economia do País. Os lojistas satélites, apesar de todos as dificuldades enfrentadas por conta do distanciamento, a alta da inflação e do IGP, o que acarretou o aumento do custo de ocupação das lojas e falta de matérias primas, estão otimistas para a data”, declara Mauro Francis, presidente da Ablos.

A Associação Brasileira de Lojistas Satélites foi fundada em 2018 por um grupo de tradicionais empresários do varejo, proprietários de estabelecimentos comerciais de até 230 metros quadrados. Atualmente, a Ablos conta com mais de 100 associados em mais de 3 mil pontos de vendas no território nacional.

“A Ablos surgiu pela necessidade de os lojistas satélites contarem com uma associação para representar e defender em âmbito nacional seus interesses e, assim, buscar alternativas para melhorias do setor. Nosso objetivo é trazer, por meio de parcerias, uma relação mais equilibrada nas negociações de toda cadeia do setor”, afirma Mauro Francis.

Segundo último levantamento feito pelo setor, os mais de 500 shoppings centers de todo país contam com aproximadamente 105 mil lojas, sendo cerca de 70% do total de lojistas satélites, que ocupam em média 200 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL).

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: