fbpx

Supermercados paulistas batem recorde de empregos em 2021

Resultado apurado pela Apas é o melhor dos últimos cinco anos

A empregabilidade no setor supermercadista atingiu o melhor desempenho dos últimos cinco anos, com um saldo de 21.802 postos de trabalho criados de janeiro a novembro, segundo apurado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas).

Com isso, o setor mantém 588.747 pessoas empregadas. No acumulado do ano, foram registradas 1.205.758 admissões e 1.048.100 desligamentos. No Estado de São Paulo, o comércio em geral emprega 2.771.844 trabalhadores, sendo que 21,24% deles atuam no varejo alimentar.

“As expressivas contratações do setor supermercadista foram impulsionadas pela retomada dos serviços no pós-pandemia e a necessidade de atender à expectativa de alta demanda de vendas no período das festas de fim ano. O desempenho alcançado comprova a essencialidade das atividades prestadas pelos supermercados à população, ao desenvolvimento econômico e para a geração de empregos”, diz Carlos Correa, superintendente da Apas.

Supermercados

A Pesquisa de Emprego dos Supermercados apura mensalmente o comportamento do emprego no setor supermercadista através de dados do Novo Caged (Cadastro Geral De Empregados E Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego. São coletados dados sobre a Admissão, Demissão, Saldo Mensal e Saldo Total de funcionários ligados à atividade supermercadista, e os indicadores apontam a evolução e o comportamento do setor ao longo do tempo.

Dezembro aquecido

O pagamento do 13º salário e do Auxílio Brasil, em dezembro, devem injetar R$ 1,6 bilhão na economia paulista e aumentar em 3,5% o poder de compra das famílias. Com isso, o setor supermercadista deve ser impulsionado e crescer 0,25% no mês, segundo o Índice de Vendas dos Supermercados (IVS), apurado também pela Apas.

As vendas dos supermercados no Estado de São Paulo tiveram redução de 9,38% nos últimos 12 meses. Com a redução de 11,74% no faturamento real em outubro, o setor supermercadista acumula queda de 10,28% no ano.

Segundo a Apas, os resultados refletem os impactos duradouros da pandemia da covid-19, que alteraram hábitos dos consumidores. Além disso, para o economista-chefe da Apas, Diego Pereira, a inflação diminuiu a capacidade de compra do consumidor e impactou o desempenho do setor.

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: