fbpx

NRF: 62% dos consumidores mudariam seus hábitos de compra em prol da sustentabilidade

Levantamento ainda aponta que metade dos entrevistados estão dispostos a pagar mais pela sustentabilidade

Cerca de 62% dos consumidores estão dispostos a mudar seus hábitos de consumo para reduzir o impacto ambiental. Os dados são da pesquisa feita pelo IBM, em parceria com a National Retail Federation, e divulgados dias antes do início do  Retail’s Big Show, maior evento de varejo do mundo, que acontece entre os dias 16 e 18 de janeiro.

A Mercado&Consumo embarcou para a NRF 2022 com a delegação da Gouvêa Ecosystem e fará uma cobertura exclusiva dos principais momentos do evento.

O levantamento ainda aponta que metade dos entrevistados estão dispostos a pagar mais pela sustentabilidade, até 70%. Isso equivale ao dobro do que foi registrado pela pesquisa em 2020. Entretanto, existe uma lacuna entre intenção e compra, com apenas 31% dos entrevistados dizendo que produtos sustentáveis foram a totalidade ou grande parte de sua última compra.

“A pesquisa mostra ao longo do último ano que a sustentabilidade se tornou cada vez mais importante para os consumidores, embora ainda haja uma lacuna entre suas intenções e ações devido à falta de informações no processo de compra”, ressalta Luq Niazi, global managing director do IBM Consumer Industries.

Jornada híbrida

Mais de 19 mil consumidores que responderam à pesquisa. Um dos principais resultados foi que as compras híbridas estão aumentando devido as condições e novos hábitos de consumo desenvolvidos durante a pandemia da covid-19. Os resultados mostram que os varejistas precisam ser mais ágeis para atender os consumidores em todos os lugares, integrando digital e físico.

O levantamento destacou também que 72% dos entrevistados usam a loja física como método de compra e entre os principais motivos para visitar uma loja estão o sentir e tocar o produto, com 50%, e obter os produtos imediatamente, com 43%.

Nas compras híbridas, cerca de 27% dos consumidores destacaram que esse é o modelo de compras preferido. Os números também apontaram que os consumidores da ‘geração Z’ são mais propensos a serem compradores híbridos, em comparação a outras faixas etárias.

“Embora muitos consumidores pesquisados ​​ainda valorizem a experiência tradicional de compra em lojas físicas, agora eles também esperam flexibilidade para construir sua própria jornada de compra”, comentou Mark Mathews, vice-presidente de Desenvolvimento de Pesquisa e Análise da Indústria da Federação Nacional de Varejo.

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: