Prefeitura de SP abre edital para startups que desenvolvem soluções sustentáveis

Serão selecionadas até 30 iniciativas que receberão, pelo período de um ano, oficinas qualitativas, assessorias e mentorias individuais

A Prefeitura de São Paulo abriu o edital para seleção de startups que atuam ou queiram desenvolver um negócio com foco nas produções de soluções de sustentabilidade. A ação é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, por meio da Ade Sampa.

Serão selecionadas até 30 iniciativas, que receberão, pelo período de um ano, oficinas qualitativas, assessorias, mentorias individuais e o processo de aceleração. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de maio. Para mais informações, basta clicar aqui.

“A Prefeitura de São Paulo tem como um de seus principais objetivos proporcionar uma ampla retomada econômica da capital. Para isso, lançamos recentemente o Plano Municipal de Desenvolvimento Econômico, estudando os principais setores da cidade. No documento, foi possível identificar que a economia verde faz parte das economias do futuro, e por este motivo, esse processo de aceleração será fundamental”, disse

Além do processo, as empresas participantes terão a oportunidade de participar de eventos nacionais e internacionais promovidos pela Prefeitura de São Paulo e parceiros. Entre as oportunidades estão os meet ups de mercados e masterclasses com temáticas relacionadas aos setores fomentados pelo Green Sampa, governança corporativa, sustentabilidade, pesquisas e desenvolvimento de tecnologias verdes e geração e medição de impacto positivo.

Todo o processo de aceleração será feito pelo Hub Green Sampa, que fica na Praça Victor Civita, zona oeste da capital. Lá, as startups selecionadas receberão um espaço fixo para desenvolver suas atividades e expor seus produtos e soluções.

O edital permite a inscrição de startups em diferentes estágios de maturidades, com jornadas e trilhas especificas para o desenvolvimento das soluções. Os tipos de empresas são:

Ideação: Destinado para negócios em fase inicial, construindo e levantando hipóteses, identificando o problema e a lacuna de mercado. É válido também para empresas já existentes no mercado que queiram  desenvolver um produto ou serviço novo.

Validação: Negócios já existentes no mercado, cujo produto e modelo estão em experimentação, testados e com MVP pronto ou em construção.

Tração: Negócios já existentes no mercado, com clientela, organizados e gerando receita, mas que estão em fase de identificação de áreas para crescer, fontes alternativas de renda e aumento de equipe e faturamento.

Escala: Negócios estruturados, que tenham desafios de crescimento constante, expansão geográfica de mercado e investimento para expandir e replicar.

Para serem selecionadas, as startups deverão apresentar soluções em um dos nove eixos do programa da Green Sampa:

Qualidade de água e saneamento: Soluções que busquem a gestão consciente de recursos hídricos, abastecimento, tratamento e acesso à água; fomento de boas práticas em coleta e tratamento de esgoto.

Ecoagricultura e segurança alimentar: Formas de agricultura que apliquem conceitos ecológicos para a produção agrícola, respeitando e preservando o meio ambiente. Já a segurança alimentar consiste na busca pela garantia de alimentação suficiente e saudável, que esteja de acordo com os padrões sanitários e culturais locais.

Eficiência e clean web: Inovações que utilizam softwares para eficiência, análise e geração de dados para a melhor gestão dos recursos como energia, insumos e água, promovendo a diminuição dos danos ambientais por meio do uso da tecnologia de informação.

Eficiência energética, energia limpa e armazenamento energético: Uso inovador de energias renováveis não poluentes e distribuição de acesso com boas práticas em armazenamento energético.

Indústria limpa e logística reversa: Soluções que promovam boas práticas industriais, no uso de novos materiais e gestão de matérias primas para minimizar danos produtivos ao meio ambiente.

Mobilidade urbana e transporte: Boas práticas em gestão da mobilidade urbana, atendendo pautas de deslocamento populacional e desenvolvimento local.

Parques e áreas Verdes: Fomento e cuidado de áreas verdes na cidade, formando e preservando áreas de conservação e melhorias significativas na condição de vida do cidadão.

Qualidade do ar: Destinados para soluções que busquem  reduzir emissões de gases poluentes na atmosfera, ajudando a diminuir o efeito estufa.

Resíduos sólidos: Soluções que lidam com boas práticas na redução de uso e gestão de materiais ou objetos descartados resultantes de produção humana, podendo ser destinados para reutilização e reciclagem.

Imagem: Shutterstock 

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: