Elon Musk não irá mais integrar conselho de administração do Twitter

Bilionário passou o fim de semana tuitando críticas, sugestões e piadas sobre a empresa

Elon Musk, o bilionário fundador da Tesla, desistiu de integrar o conselho de administração do Twitter, segundo informou o presidente-executivo da rede social, Parag Agrawal. Às 9h04 desta segunda-feira (de Brasília), a ação do Twitter caía 2,86% nos negócios do pré-mercado em Nova York.

“Elon decidiu que não irá mais se juntar ao nosso conselho de administração”, disse Agrawal, em tuíte publicado no fim da noite de domingo (10). O anúncio da desistência veio após Musk, que recentemente adquiriu uma fatia de 9,2% no Twitter, passar o fim de semana tuitando críticas, sugestões e aparente piadas sobre a empresa de mídia social.

Em um dos tuítes, Musk perguntou a seus 81 milhões de seguidores se acreditam que o Twitter está morrendo e apontou que várias contas mais relevantes, como as dos artistas Taylor Swift e Justin Bieber, raramente tuítam.

Atuação na rede social

O anúncio da chegada de Elon Musk havia sido feito na semana passada. Em enquete na rede social, o empresário perguntou se os usuários gostariam de ver a função de editar publicações incluída na plataforma. A opção “sim” concentrava 73,5% dos votos na manhã da terça (5).

Musk costuma ser bem ativo na rede social. Durante o ano passado, o bilionário utilizou a plataforma e a função de “enquete” para saber se seus seguidores gostariam de comprar ações da Tesla. Desde o questionamento, o empresário vendeu, no dia 9 de dezembro de 2021, mais de 934 mil ações da empresa, no valor total de US$ 963,2 milhões, de acordo com documentos protocolados na SEC.

Já no dia 25 de março deste ano, Musk usou novamente a ferramenta e disse “Liberdade de discurso é essencial para um democracia. Você acredita que o Twitter adere rigorosamente este princípio?”. Ele completa com outro tweet pedindo para que seus seguidores votem com cuidado, pois os resultados da pesquisa serão importantes. A enquete teve mais de 2 milhões de votos, e 70% votaram que não acreditam que o Twitter adere rigorosamente o principio da liberdade de discurso e expressão.

Com informações de Estadão Conteúdo (Dow Jones Newswires/Sergio Caldas)
Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: