Transporte por contêineres cresce 25% de São Paulo para o Mato Grosso

O mês de março deste ano registrou a maior quantidade mensal no contêineres carregados

O transporte de cargas entre São Paulo e Mato Grosso feitos pela Brado, empresa de logística, cresceu 25% no primeiro trimestre de 2023, em relação ao mesmo período de 2022. A circulação de contêineres em vagões double stack (um contêiner em cima do outro) que operam entre Sumaré (SP) e Rondonópolis (MT) está se tornando cada vez mais frequente e esses vagões sempre trafegam cheios de produtos variados que abastecem o Mato Grosso.

Em junho de 2022 foi estabelecido um novo recorde de fluxo em direção ao Centro-Oeste, com uma taxa de ocupação de 94%. Além disso, o mês de março deste ano registrou a maior quantidade mensal, com mais de mil contêineres carregados.

“Iniciamos em 2017 esse fluxo no mercado interno e, no primeiro ano, movimentamos 519 contêineres. Cinco anos depois, nosso resultado já ultrapassou a barreira dos 10 mil contêineres por ano em direção ao Mato Grosso”, explica Rafael Seijas, gerente-executivo de Planejamento da Brado.

Agroquímicos, bebidas, produtos de higiene e limpeza, e materiais de construção foram os principais contribuintes para o aumento do tráfego cargueiro, sendo os agroquímicos responsáveis pelo maior crescimento, com um aumento de 115%.

Mudanças

Transporte por contêineres cresce 25% de SP para MTVisando se adaptar a mercados diferentes do habitual, nos quais a movimentação de cargas voltadas para a exportação é predominante, a companhia realizou mudanças na área de execução comercial, expandindo e reorganizando para garantir um trabalho diário mais eficiente.

“É preciso atuar diariamente com o cliente e conhecer toda a cadeia, ter a consciência de que se houver uma ruptura, o cliente final vai perder a gôndola no supermercado”, afirma Zuleica de Melo, gerente executiva de Execução Comercial e Customer Experience.

A empresa implementou dois modelos de operação para otimizar a rota:

Banner Curso ONE FRIEDMAN
  • No primeiro, chamado de door-to-door (venda direta), os produtos são entregues diretamente do fabricante ao cliente final.
  • No segundo modelo, conhecido como transferência de estoque, a carga é armazenada em Rondonópolis até ser vendida.

Foram realizadas melhorias nas operações rodoviárias, incluindo a substituição de caminhões porta-contêiner por caminhões sider nas fábricas de bebidas. Apesar da necessidade de transferir a carga do caminhão para o contêiner no terminal intermodal, o ganho de tempo na planta do cliente compensa.

Zuleica comenta que esse mercado é carente de “boas soluções”, e destaca que o atendimento personalizado faz toda a diferença.

Benefícios

Uma das vantagens para os clientes desse mercado é a possibilidade de ter um estoque em trânsito, permitindo a compra de cargas mesmo sem espaço físico disponível.

No setor de insumos agrícolas, o estoque avançado oferece valor tanto para a indústria quanto para os produtores. Além disso, a segurança da carga e a sustentabilidade são considerações importantes, com a oferta de uma calculadora de emissões de CO2 chamada Green Log.

Os clientes da empresa evitaram quase 40 mil toneladas de CO2 em 2022, equivalente à emissão anual de 6,6 mil veículos, destacando a abordagem sustentável e consciente da empresa.

Com informações de Mercado&Tech powered by Infracommerce.
Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

https://www.youtube.com/watch?v=hJe-myuv4BA

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist