Grupo Muffato inaugura mercado 100% autônomo em Curitiba

Empresa diz que quer oferecer experiência em 'novo nível', com foco no varejo de conveniência e rápido

O Grupo Muffato inaugurou um mercado totalmente autônomo na cidade de Curitiba (PR), o Muffato Go. O espaço, totalmente operado por Inteligência Artificial (IA) e visão computacional, permite que o consumidor use o próprio celular para fazer as compras, sem precisar enfrentar filas ou passar pelo caixa.

“O lançamento da Muffato Go, em Curitiba, é um grande passo para a indústria supermercadista brasileira. Retirando as filas e o checkout, estamos oferecendo aos clientes uma experiência de compras sem atrito, mais rápida e conveniente, liberando membros da nossa equipe para ajudar em outros aspectos da loja”, afirma Everton Muffato, diretor do Grupo Muffato.

O espaço lança mão do conceito just go ou friction-free. A tecnologia detecta quando os produtos são removidos ou recolocados nas prateleiras sensorizadas e faz o rastreamento. Ao terminar as compras, o cliente sai da loja e o aplicativo registra tudo o que está sendo levado, indicando o valor final para a conta cadastrada. A empresa portuguesa Sensei foi a responsável pelo desenvolvimento da tecnologia e pela implementação do sistema, usando fusão de sensores, deep learning (aprendizado profundo de máquinas) e visão computacional.

“O varejo está se tornando mais rápido e conveniente, e nossa tecnologia de loja sem atrito está trazendo um novo nível de experiência para os compradores nas lojas. Estamos entusiasmados em levar nossa tecnologia para a América Latina e apoiar o lançamento do primeiro supermercado 100% autônomo do Brasil com o Super Muffato”, afirma Vasco Portugal, CEO da Sensei.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

Muffato Go

Estrutura arquitetônica

A estrutura arquitetônica do Muffato Go foi criada pela Opus Design, que levou oito meses para concluir a obra. O hall de entrada foi projetado para que o cliente possa comer, beber e baixar o aplicativo utilizando o wi-fi da loja. “Foi um trabalho compartilhado com a Sensei para definirmos o tipo de material que poderíamos utilizar para que todo o processo não tivesse atrito na hora da compra. Um dos exemplos foi a questão das gôndolas, que não poderiam ser muito altas para que os leitores pudessem captar as informações”, explica Kátia Bello, fundadora da Opus.

Segundo a arquiteta, o piso da loja Muffato Go foi elevado para esconder todo o cabeamento, o que não é comum numa loja de varejo. O recurso de utilizar madeira foi também incluído para trazer mais conforto ao ambiente, pois muitas vezes, só trazer a tecnologia, pode evocar um sentimento de frieza.

“A arquitetura foi pensada em todos os momentos do cliente: desde a sua primeira interação com a fachada, que acompanha o cliente de fora para dentro e pode ter informações trocadas instantaneamente, o acolhimento no hall de entrada e todo fluxo, projetado para ter uma boa experiência de compra”, afirma Kátia.

Muffato Go

Imagens: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist