Com injeção de recursos do FGTS e Auxílio Brasil, varejo paulistano registra alta de 9% em julho

Na comparação com igual mês de 2019, ainda há retração de 4%

A movimentação no varejo da capital paulista encerrou julho com alta 9% na comparação com o mês anterior, de acordo com o Balanço de Vendas, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com base na amostra da Boa Vista.

Na comparação interanual, o Balanço de Vendas registrou aumento de 45,8%, puxado pela base fraca de comparação. Em julho de 2021, o comércio ainda passava por restrições de funcionamento e de público.

Considerando o mesmo mês de 2019, anterior ao período pandêmico, o balanço apontou retração de 4%.

“A expectativa é que com o aumento do valor do benefício concedido pelo governo federal haja uma melhora no movimento do varejo e os próximos meses sejam melhores”, afirma o economista Marcel, da Associação Comercial de São Paulo.

Boas expectativas 

O economista lembra que o aumento de julho sobre junho decorre do maior número de dias, da melhora da mobilidade, do Dia do Comerciante, da injeção de recursos via FGTS e Auxílio Brasil, apesar da inflação e das taxas de juros elevadas.

Para o economista, apesar de o varejo não ter voltado ao patamar anterior à pandemia, até o final do ano provavelmente o comércio atinja esse patamar e até supere ligeiramente.

Imagem: Vinicius Bacarin / Shutterstock.com

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: