Boticário inaugura segunda loja da marca com projeto-piloto de produtos a granel

A nova unidade fica em São Paulo e oferecerá produtos de Match, linha para cuidados capilares

O Boticário, empresa brasileira de cosméticos e primogênita do Grupo Boticário, anunciou a inauguração da segunda loja com projeto-piloto de produtos a granel da Match, linha voltada para cuidados capilares. A primeira loja neste estilo foi aberta no dia 12 de junho, no Barra Shopping, no Rio de Janeiro, e a segunda unidade teste foi inaugurada no final de junho no Bourbon Shopping, na cidade de São Paulo. O plano teste terá duração de 12 meses.

Para este projeto-piloto do Boticário, o foco dos produtos ficou nos tratamentos de força e brilho dos cabelos com produtos da marca Match, shampoo e condicionador. Os itens estarão disponíveis nas volumetrias de 250 g e 400 g e terão um custo-benefício maior para o cliente, com economia final de 16% a 23%, em comparação com formatos tradicionais da marca.

O procedimento para testar esse novo modelo de negócios é simples. O consumidor deve ir a uma das lojas do Boticário, escolher a linha desejada da Match, e abastecer com 250 g ou 400 g o frasco, que é 100% reciclável.

“Inovar é parte do DNA do Boticário. Procuramos nos adiantar às necessidades dos nossos consumidores. Dessa forma, investimos em novos formatos de produtos, novas embalagens, sempre visando à melhor experiência”, destaca Paulo Roseiro, diretor-executivo de categorias beauty do Boticário.

Diferenciais da iniciativa

O executivo ainda aproveitou para ressaltar os diferenciais com a nova iniciativa proposta pelo Boticário. “No caso desse projeto, oferecer a possibilidade de um custo menor e uma compra mais assertiva com a escolha da volumetria, é sem dúvida um diferencial. Nesse sentido, ampliamos a ação com a loja de São Paulo”, afirma Roseiro.

O novo projeto também conta com um viés de sustentabilidade. A empresa adotou uma política de devolução dos frascos e pontos de coleta pelas lojas, já que, de acordo com legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não é permitido usar a mesma embalagem trazida pelo consumidor para refilar o conteúdo. A ação, consequentemente, resulta em menos lixo e um consumo mais consciente.

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: