Com alta de 30%, Cacau Show passa a liderar ranking das maiores franquias do Brasil

Das 52 redes analisadas no levantamento da ABF, 16 contam com 1.000 ou mais unidades

Com 3.763 operações em 2022, a Cacau Show alcançou o primeiro lugar no ranking das 50 Maiores Franquias da ABF (Associação Brasileira de Franchising). O número de unidades representa um crescimento de 33,1% em relação a 2022. Boticário (3.687 unidades), McDonald’s (2.595), Colchões Ortobom (2.373) e Odontocompany (1.998) completam a lista da 5 maiores franquias.

Assim como no levantamento anterior, as marcas do segmento de alimentação dominam entre as 10 principais, seguidas pelos setores de saúde, beleza e bem-estar, casa e construção, serviços e outros negócios, e serviços automotivos.

“O estudo das 50 Maiores deste ano traz muitas movimentações importantes, começando com o novo líder. Embora tenha crescido a participação de redes de alimentação, vemos uma variedade de segmentos e nichos compondo o grupo e crescendo de forma acelerada”, afirma o presidente da ABF, Tom Moreira Leite.

O levantamento revelou que do total de 52 redes, 16 contam com 1.000 ou mais unidades, somando juntas 50.921 operações, contra 48.040 na edição anterior, um crescimento de 6%.

Recuperação do setor

O balanço da ABF mostra que, em 2022, o mercado de franquias brasileiro consolidou sua recuperação e deu sinais de crescimento. O faturamento das redes no País superou, pela primeira vez, os R$ 211 bilhões, passando de R$ 185,068 bilhões em 2021 para R$ 211,488 bilhões em 2022, um crescimento nominal de 14,3%, índice superior aos 12% projetados pela entidade.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

Com isso, desde o pico da pandemia, são oito trimestres de crescimento ininterrupto. Frente a 2019, o avanço do franchising foi de 13,2%, cuja receita naquele ano totalizou R$ 186,755 bilhões. Já no quarto trimestre de 2022, cuja comparação se deu com igual período do ano anterior, menos impactado pela pandemia, a alta da receita foi de 12,6%, alcançando R$ 63,800 bilhões. Quando comparado ao quarto trimestre de 2019, o crescimento chega a 16,1%.

Em 2022, o setor registrou ainda expansões expressivas em número de unidades, redes de franquia e empregos diretos. Entre os principais fatores que contribuíram para este desempenho estão o forte retorno do comércio e atividades presenciais ao longo de todo o período, a recuperação da taxa de emprego, o avanço da digitalização e de outros canais de venda, principalmente o delivery, e os ganhos advindos das lições da pandemia (principalmente em relação à maior eficiência e adaptabilidade).

A emergência de novos modelos de negócio (principalmente virtuais e home based), o crescimento acelerado das microfranquias e marcas de outros mercados aderindo ao franchising são outros aspectos que também contribuíram.

“Em 2022, tivemos um amplo retorno dos contatos presenciais e ao longo de todo o período, inclusive com a retomada de hábitos como viagens e grandes eventos. Internamente, mantivemos o aprendizado da pandemia de fortalecer nossa operação em termos de eficiência e gestão, ao mesmo tempo em que continuamos a desenvolver capacidades e canais de venda digitais que mantêm uma participação muito relevante. Com isso, depois de uma curva de recuperação acelerada, voltamos a uma trajetória ascendente”, afirma o presidente da ABF.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist