Guia de tecnologia: por que é importante ativar a nova proteção de dispositivo roubado da Apple

A companhia diz que o recurso, inserido nas configurações do iPhone, acrescenta uma camada a mais de segurança para os usuários

Você está em um bar lotado, e um ladrão observa enquanto você desbloqueia seu iPhone com a senha, e depois leva o aparelho. Vem então aquela sensação desagradável quando você percebe que ficou sem ele, e também sem fotos de valor inestimável, arquivos importantes, senhas em aplicativos de banco, e outras partes vitais da sua vida digital.

A Apple lançou uma atualização para seu sistema operacional iOS, com um recurso chamado Proteção de Dispositivo Roubado, que dificulta muito o acesso de ladrões às principais funções e configurações. Os usuários estão sendo incentivados a ativá-lo imediatamente.

Veja como ativar essa nova opção de segurança, e por que é tão importante:

Devo ativar a proteção de dispositivo roubado?

A atualização de software para iPhones e iPads inclui o novo recurso essencial projetado para impedir que os ladrões apaguem os dados dos celulares para revender, ou acessem o ID Apple ou outras contas importantes. A Proteção de Dispositivo Roubado é uma configuração nova que foi incluída na versão mais recente do iOS, a 17.3.

A Apple diz que o recurso, inserido nas configurações do iPhone, acrescenta uma camada a mais de segurança para os usuários. Ele lida com uma vulnerabilidade que os ladrões já descobriram e aproveitaram: permite que eles bloqueiem o acesso das vítimas às contas Apple, apaguem suas fotos e outros arquivos da conta do iCloud, e esvaziem suas contas bancárias ao acessar senhas armazenadas no gerenciador de senhas Keychain.

A Apple está introduzindo o recurso em resposta às evidências anedóticas de um aumento nos furtos de celulares. Histórias de telefones roubados são comuns em grupos de Reddit e notícias de jornal em lugares que vão de Los Angeles a Londres, onde a polícia diz que é comum o furto de celulares por batedores de carteiras, sobre mesas de estabelecimentos, ou com uso de motocicletas.

O Wall Street Journal noticiou no ano passado como os criminosos observam as pessoas usando suas senhas para obter acesso às informações pessoais após roubarem seus celulares.

Como funciona a proteção de dispositivo roubado?

A Proteção de Dispositivo Roubado rastreia os “locais conhecidos” de um usuário, como sua casa ou local de trabalho, e acrescenta obstáculos de segurança biométricos que precisam ser superados caso alguém tente usar o dispositivo para fazer certas coisas quando está longe desses lugares.

Ele também reduz a importância das senhas, que podem ser roubadas pelos ladrões, seja observando por cima do ombro de alguém ou ameaçando e obrigando as vítimas a fornecê-las, em prol das características “biométricas”, como o rosto e as impressões digitais, que são muito mais difíceis de reproduzir.

Digamos que o ladrão do bar, que levou seu iPhone, tente apagar o conteúdo e as configurações para vendê-lo. Com a Proteção de Dispositivo Roubado ativada, o telefone passa a exigir um reconhecimento facial (Face ID) ou de toque (Touch ID) para confirmar que a pessoa é o legítimo proprietário.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

E essa é a única forma – o novo recurso não permite o uso de senha ou qualquer outro método alternativo.

Entre as ações que podem desencadear o recurso fora dos lugares conhecidos estão o uso de senhas salvas no Keychain ou métodos de pagamento armazenados no navegador Safari, o acionamento do Modo Perdido, o pedido de um novo Cartão Apple, ou o uso do iPhone para configurar um novo dispositivo.

Há também uma segunda camada projetada para atrapalhar os ladrões de acessarem configurações críticas de segurança. Se alguém tentar, por exemplo, sair de uma conta do ID Apple, mudar a senha ou limpar as configurações do celular em um lugar que não seja familiar, precisará fazer a autenticação por Face ID ou Touch ID, esperar uma hora, e então fazer um segundo reconhecimento facial ou de impressão digital.

Alterar a senha do ID Apple, atualizar as configurações de segurança do ID Apple, acrescentar ou remover Face ID ou Touch ID, e desligar o recurso Localizar dispositivos ou a Proteção de Dispositivo Roubado também acionará esse recurso.

“O atraso de segurança é projetado para impedir que um ladrão realize operações críticas, para que você possa marcar seu dispositivo como perdido e garantir que sua conta Apple esteja segura”, diz a empresa. “Quando seu iPhone estiver em um local conhecido, esses passos adicionais não serão necessários, e você pode usar a senha do dispositivo normalmente.”

Como ativo a proteção de dispositivo roubado?

É simples, se você souber onde procurar.

Primeiro, baixe em seu iPhone ou iPad a atualização mais recente do iOS e instale. Em seguida, vá às suas configurações, role para baixo até “Face ID e Código” ou “Touch ID e Código”, e insira seu código de acesso. Role para baixo e verá a Proteção de Dispositivo Roubado.

Dependendo do modelo do seu iPhone, será necessário fazer um toque rápido ou acionar um interruptor para ativar e desativar. Certifique-se de que a autenticação em dois fatores e o Localizar dispositivo estão ativados na sua conta ID Apple, ou a opção não irá aparecer.

A que dispositivos isso se aplica? 

IPhone XS e modelos mais recentes, incluindo modelos SE de segunda e terceira geração.

Com informações de Associated Press
Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist