Consumo de vinho cresce no Brasil e ganha espaço nos momentos cotidianos

Consumo per capita da bebida saltou de 2 litros para 2,8 litros entre os anos de 2020 e 2021

A pandemia foi responsável por inúmeras mudanças nos hábitos de consumo e nas operações de diversos setores e, no caso do mercado de vinhos, não foi diferente. Para Ari Gorenstein, cofundador do e-commerce de vinhos Evino, ela representou um momento transformacional no consumo no Brasil.

“Nós vimos nesses anos que o cliente confinado buscava opções de entretenimento, indulgência e lazer, e o vinho acabou se inserindo nesse contexto. O consumidor passou a consumir mais vinho e em ocasiões distintas do que ele fazia no pré-pandemia”, comentou o executivo. Antes da pandemia, o consumo da bebida estava relacionado a festividades ou momentos especiais.

Dados de mercado mostram que o consumo de vinhos per capita saltou de 2 litros para 2,8 litros entre os anos de 2020 e 2021. “Isso é um fator que a gente entende que agora persiste porque o cliente segue consumindo vinho, em casa ou fora, e descobriu um relacionamento com a bebida que ele não mantinha”, explicou Gorenstein.

Criação de holding

Recentemente, a Evino e a importadora e varejista Grand Cru anunciaram a criação da holding Víssimo Group. O grupo foi criado pensando na curadoria de produtos e no desenvolvimento de mercado explorando a omnicanalidade. “Agora nós temos uma cobertura de canais que vai do digital ao analógico”, destacou Gorenstein. No ano passado, a empresa atendeu mais de 1.500 munícipios no Brasil e, atualmente, possui loja em 25 dos 27 Estados federativos.

Agora, com a holding, as empresas esperam aumentar ainda mais a capilaridade e a logística do grupo, mas também o portfólio de vinhos que serão oferecidos aos consumidores. “Com a união, a gente passa a abraçar todos os ranges de vinho, dos mais massivos e de combate até os vinhos ultra premium”, disse.

O executivo também ressaltou que no momento o principal desafio para a holding é trabalhar a omnicanalidade dentro desse contexto de integração entre as duas marcas. “É capturar o máximo da multicanalidade, trabalhar pessoas, tecnologias, ferramentas e operações logísticas para assegurar que o cliente tenha uma jornada muito bem conectada e integrada entre as duas plataformas e todos os canais”, finalizou.

Imagem: Shutterstock

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: