fbpx

Mercado&Consumo em Alerta destaca cinco pontos sobre gestão durante a crise

Desde o dia 1º de abril a Mercado&Consumo tem reunido uma série de executivos que colaboram com os negócios no Brasil. Com o objetivo de compartilhar conhecimento e disseminar as boas práticas aplicadas em diversas empresas, o Mercado&Consumo em Alerta segue a todo vapor com a sua proposta de alcançar cada vez mais pessoas interessadas em temas positivos para o país.

O encontro desta manhã (12 de agosto) reuniu Sonia Hess, vice-presidente do Mulheres do Brasil; Guilherme Costa, diretor superintendente do Grupo Ferreira Costa; e João Caetano de Mello Neto, presidente e CEO da Britivc – Ebba S/A (Empresa Brasileira de Bebidas e Alimentos).

A seguir listamos alguns insights do bate-papo:

1 – A mulher hoje tem um papel muito importante na sociedade, principalmente na área econômica, pelo seu crescimento diante do mercado. E inclusive dentro de casa que, de certa forma, vem dominando com muita maestria as receitas da família. O Grupo Mulheres do Brasil, desde 2013, vem trabalhando fortemente para serem protagonistas dessas e outras mudanças, com o objetivo de estimular a participação feminina na construção de um Brasil que seja melhor para todos os cidadãos;

2 – Um dos grandes paradigmas do varejo é chegar verdadeiramente perto do consumidor, conversar, encantá-lo e entendê-lo – essas práticas fazem uma grande mudança. A empresa (Dudalina) cresceu quase 50% agindo desta forma. E com isso os fundos começaram a se interessar pelos nossos negócios. Ouvir o mercado é muito importante e interessante para qualquer operação;

3 – O fato de termos um leque de produtos à disposição foi levando o consumidor a usar a internet e o drive-thru com muito mais força e frequência. E esse novo comportamento de compras é algo que vai permanecer após a pandemia, mas o e-commerce não vai tirar os clientes das lojas físicas, uma vez que eles ainda têm em seu hábito a necessidade de ir até o local de vendas para sentir o produto. A retomada deve ser feita através da conscientização para que todos se sintam seguros e voltem para suas casas seguros;

4 – Devemos cortar o S da palavra crise e começar a CRIAR. A solução costuma aparecer quando temos um time que opera com ativos como calma e simplicidade. A essência do turnaround envolve essa simplicidade, além de gente e cultura – ela não é metodologia e nem tecnologia. Ajuntamento de tecnologia não costuma funcionar;

5 – Todos vivem “em alerta”, mesmo dentro de suas casas. A expressão “em alerta” sempre foi importante porque o Brasil é um país que respira uma dinâmica incrível e com uma volatilidade que nunca termina devido aos diversos planos necessários e impostos durante o caminho. O plano atual, agora, é saber administrar a crise em todos os setores que ela tem atingido.

* Imagem reprodução

 

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: