fbpx

Magalu aposta em “Dinheiro de Volta” para Semana do Brasil e compra delivery de comida AiQFome

O Magalu, a principal plataforma omnichannel de compras e vendas do Brasil, participa da Semana Brasil com descontos em itens de todas as categorias e ofertas exclusivas em seu superapp e nas lojas físicas – com forte aposta no dinheiro de volta nas compras, uma prática conhecida como cashback.

Com a novidade, sempre que o cliente fizer compras, receberá uma parcela do valor pago na carteira virtual MagaluPay. O dinheiro poderá ser usado no pagamento de contas, transferências ou em novas compras no site e nas lojas. O Magalu contará com produtos de diversas categorias, de tecnologia a mercado, em linha com a estratégia do #TemNoMagalu. Hoje, a empresa oferece milhões de produtos em seu ecossistema.

O cashback do Magalu ainda é “garantido”. Ainda que o cliente não tenha a conta do Magalu Pay no momento da compra, o dinheiro será depositado – algo inédito no mercado. Assim que ele abrir a conta, os valores do cashback estarão disponíveis já no superaplicativo Magalu, sem a necessidade de fazer download de outro aplicativo. O retorno de parte do dinheiro também não estará vinculado ao uso obrigatório do MagaluPay para o pagamento das compras.

De olha nas startups

A varejista anunciou nesta quinta-feira (3) a aquisição da startup de delivery de comida AiQFome, com sede na cidade paranaense de Maringá. A compra da AiQFome tem como principal objetivo fortalecer o ecossistema digital do Magalu e seu superapp. Com cobertura nacional, o AiQFome está presente em 350 cidades, localizadas por 21 estados. A plataforma tem mais de 2 milhões de clientes cadastrados e recebe milhões de pedidos por ano, preparados por 17 000 restaurantes parceiros. Em média, cada usuário faz mais de três pedidos por mês, o que contribuirá para o aumento de recorrência de vendas que é parte da estratégia do Magalu. O app da AiQFome é avaliado por consumidores, nas lojas de aplicativos, como um dos melhores no país na categoria de delivery.

A startup movimenta mais de 700 milhões de reais por ano. A plataforma tem crescido de forma exponencial, com resultados positivos e geração de caixa. “Esse é mais um movimento cirúrgico do Magalu para desenvolver seu ecossistema de negócios e fortalecer seu superapp”, diz Roberto Bellissimo, CFO da companhia. “Com a aquisição trazemos para dentro da empresa competências que ainda não possuímos.”

O AiQFome será integrado ao superapp do Magalu, que já conta com uma carteira digital, o MagaluPay, e os e-commerces de Netshoes, Zattini, Época Cosméticos e Estante Virtual. Com a aquisição, o AiQFome poderá ganhar escala, beneficiando-se, por exemplo, da força do LuizaLabs, laboratório de inovação que já conta com 1 300 desenvolvedores. A operação de aumento de escala deverá reproduzir o que já ocorreu com outras startups compradas pelo Magalu, como a Logbee, de tecnologia logística. Em maio de 2018, quando foi adquirida, a Logbee atuava apenas na cidade de São Paulo. Hoje, está presente em centenas de municípios.

O Magalu também prestará serviço aos restaurantes cadastrados no AiQFome, que, a partir de agora, terão acesso ao Magalu Pagamentos, ao Magalu Entregas e a todos os outros serviços do Magalu as a Service.

* Imagem divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: