fbpx

Startup que abastece mercados e restaurantes lidera ranking brasileiro do LinkedIn

A startup Menu ocupa o primeiro lugar de um ranking nacional elaborado pelo LikedIn. A lista “Top Startups 2020” destaca as dez empresas que demonstraram resiliência durante a crise gerada pela pandemia de Covid-19 e que, por causa disso,  continuaram a atrair investimentos, funcionários e atenção.

A Menu é a única startup do ranking focada em atender empreendedores. O aplicativo integra o ecossistema da Z-Tech, hub de tecnologia da Ambev, e abastece comércios, bares e restaurantes, conectando distribuidores e indústrias do mercado de foodservice a estabelecimentos comerciais.

O ranking anual LinkedIn Top Startups 2020 analisou bilhões de ações geradas pelos 45 milhões de usuários da plataforma e focando em quatro pilares: crescimento no número de funcionários, engajamento, interesse por vagas e atração de grandes talentos.

“Estamos muito felizes de ver a Menu liderar um ranking tão importante. Nosso ambiente de trabalho valoriza a autonomia e reúne apaixonados por inovação, todos movidos por desafios. Pensamos em tecnologia todos os dias, e, muito além de um marketplace, buscamos oferecer sempre novas possibilidades de inovação para quem empreende no Brasi”, afirma o CEO Leonardo Almeida.

Ranking é marcado por diversidade de ramos

O ranking deste ano chama a atenção por conter empresas que atuam em ramos dos mais diversos: fintechs, logística, saúde e gestão de imóveis estão entre os serviços prestados pelas primeiras dez colocadas.

“A lista 2020 reflete o estado atual da economia e do mundo, apresentando startups emergentes e resilientes e como elas estão operando neste universo em constante mudança”, destaca Rafael Kato, editor-chefe do Linkedin para a América Latina.

A metodologia do ranking se manteve a mesma do ano passado, mas com um diferencial: por causa da pandemia, a análise das empresas não foi feita pelo período de um ano, mas de seis meses (de janeiro a julho de 2020).

Para serem elegíveis, as empresas devem ser independentes e privadas, ter 50 ou mais empregados no País, ter sete anos ou menos e estar sediada no Brasil. Startups que dispensaram 20% ou mais de sua força de trabalho dentro do prazo da metodologia são inelegíveis.

Confira, abaixo, as “Top Startups 2020 do LinkedIn”:

1. Menu (e-commerce B2B que conecta distribuidores e indústrias com estabelecimentos comerciais)

2. Loft (adquire e reforma imóveis para venda)

3. Consiga Mais (apoio aos clientes na organização das finanças)

4. Neon (fintech)

5. Loggi (serviços de logística)

6. Yuca (adquire e reforma imóveis para locação)

7. Xerpa (soluções para automatizar gestão de recursos dos trabalhadores)

8. Conexa Saúde (plataforma de telemedicina)

9. Buser Brasil (aplicativo de transporte colaborativo)

10. Zenklub (plataforma de saúde emocional)

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: