fbpx

NRF 2021: 5 lições de uma das maiores líderes da atualidade para lidar com a crise

A indiana Indra Nooyi foi a primeira mulher a comandar a PepsiCo, gigante mundial do setor de alimentos e bebidas. Ela deixou o cargo em 2018, após 12 anos, e em 2020 foi selecionada pelo governador de Connecticut (EUA), Ned Lamont, para ser co-presidente do Conselho Consultivo da Reabertura do Estado.

Indra foi um dos grandes nomes da NRF 2021: Big Show do Varejo – Capítulo 1, o principal evento mundial para o setor de varejo, nesta semana. O evento tem cobertura completa do portal Mercado&Consumo. Na conversa que teve com a âncora do canal CNBC Sara Eisen, ela falou sobre as as lições aprendidas no enfrentamento da pandemia e que servem não só para governos, mas também para as empresas. Confira, abaixo, um resumo do que ela falou no painel do qual fez parte.

As lições de Indra Nooyi para enfrentar a crise:

  1. Manter a tranquilidade
    O líder não deve entrar em pânico. Deve se voltar aos seus princípios básicos e pensar em como estabilizar a empresa, fornecendo aos funcionários todas as informações reais sobre o que está acontecendo e, a partir daí, começar fazer um plano de enfrentamento;
  2. Assumir responsabilidades 
    O líder deve tomar conhecimento de questões ou crises políticas, mesmo não tendo a influência sobre esses assuntos na prática; isso porque ele tem de pensar que precisa, no mínimo, fazer parte da recuperação econômica do país;
  3. Voltar a estudar
    Indra Nooyi contou que, para ajudar o governo de Connecticut, precisou se dispor a estudar. “Precisamos aprender não só sobre a Covid-19, mas sobre questões que envolvem alimentação e segurança, por exemplo. E também entender a nós mesmos. Só assim conseguimos liderar um time de pessoas.”
  4. Consultar as pessoas certas
    Ainda no processo de imersão na crise e suas causas, a executiva diz que é preciso procurar especialistas para pedir orientações sobre o que pode ser feito. A ideia é aprender com quem sabe antes de tomar decisões. “Tenha certeza de que sabe o suficiente sobre um determinado assunto a ponto de falar com um cientista ou um executivo de qualquer parte do país.”
  5. Simplifique o complexo
    Segundo ela, é preciso simplificar, sem ignorar, o que é complexo. Dessa forma, é possível repassar as informações obtidas com os especialistas de forma que elas fiquem claras para o governo, por exemplo.

Imagem: Divulgação

Aiana Freitas

Aiana Freitas

Aiana Freitas é editora-chefe da plataforma Mercado&Consumo. Jornalista com experiência na cobertura de tendências de consumo, varejo, negócios, finanças pessoais e direitos do consumidor.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: