fbpx

BR Malls tem metade dos seus shoppings fechados no País

A administradora de shopping centers BR Malls informou que, a partir deste sábado (6), todos os shoppings do Estado de São Paulo terão suas atividades suspensas temporariamente em decorrência da pandemia de Covid-19. Desde o último dia 3, o Campinas Shopping já está de portas fechadas.

Apenas 15 shoppings do portfólio da companhia continuarão abertos, ainda que com restrições. O total equivale a 51,8% da sua área bruta locável (ABL) total e 47,2% da ABL própria da companhia.

O fechamento dos shoppings paulistas atende a uma determinação das autoridades públicas do Governo do Estado que, à meia-noite desta sexta-feira, voltou à fase vermelha, a classificação mais rigorosa para enfrentamento da pandemia. Com isso, há restrição da mobilidade e o fechamento de todo comércio que não seja essencial.

Os empreendimentos da BR Malls em São Paulo manterão apenas os serviços de delivery e operações essenciais. São eles: Campinas Shopping, Mooca Plaza Shopping, São Bernardo Plaza Shopping, Shopping ABC, Shopping Jardim Sul, Shopping Metrô Santa Cruz, Shopping Piracicaba, Shopping Tamboré e Shopping Villa-Lobos.

Também estão fechados shoppings da BR Malls em Minas Gerais (Center Shopping Uberlândia), Paraná (Catuaí Shopping Londrina, Catuaí Shopping Maringá, Shopping Curitiba e Shopping Estação), Rio Grande do Sul (Shopping Villagio Caxias) e Goiás (Goiânia Shopping).

Volta de São Paulo à fase vermelha

O Estado de São Paulo voltou, neste sábado, à fase vermelha do plano de flexibilização da economia. A medida tem por objetivo tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19 em todas as regiões do Estado. Nesta etapa, apenas setores classificados como essenciais no chamado Plano São Paulo podem funcionar normalmente.

A medida se estenderá até o dia 19 de março. Serão 14 dias no total, inicialmente. As escolas das redes pública e privada permanecerão abertas.

A decisão foi tomada diante do aumento expressivo de casos de Covid-19 no Estado, que bateu recorde desde o início da pandemia. O governador de São Paulo, João Doria, classificou as próximas duas semanas como as piores desde o início da pandemia de Covid-19. “É a pior crise de saúde dos últimos 100 anos. Há 41 dias, o Brasil tem mais de mil mortes por dia. É como se cinco aviões caíssem todos os dias, matando todos os seus ocupantes. Isso é uma tragédia, que pode ser ainda pior se não tomarmos medidas.”

Com informações Estadão Conteúdo.
Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: